O que é este blog?

Este blog trata basicamente de ideias, se possível inteligentes, para pessoas inteligentes. Ele também se ocupa de ideias aplicadas à política, em especial à política econômica. Ele constitui uma tentativa de manter um pensamento crítico e independente sobre livros, sobre questões culturais em geral, focando numa discussão bem informada sobre temas de relações internacionais e de política externa do Brasil. Para meus livros e ensaios ver o website: www.pralmeida.org.

segunda-feira, 22 de abril de 2013

A seca traicoeira, traidora, bandida, e o retirante agressivo...

Já não se fazem secas como antigamente. Nos velhos tempos, ela ficava parada, secando, mirradinha, esperando as coisas definharem em volta de si. Agora ela ataca, essa meliante, e incita o retirante a não se retirar, mas atacar por sua vez, não a seca, mas o supermercado, que é onde está a comida, claro...


“A seca é um sofrimento que a gente sabe que na hora ela não vê ninguém. Ela ataca todo mundo, obviamente, quanto mais pobre pior. Mas, além disso, uma coisa nós tivemos o cuidado: o Brasil não pode mais ver aquela história de retirante faminto atacando supermercado, não tendo aonde cair…”.

Mas com o Bolsa qualquer coisa, isso não é mais preciso...
Postar um comentário