O que é este blog?

Este blog trata basicamente de ideias, se possível inteligentes, para pessoas inteligentes. Ele também se ocupa de ideias aplicadas à política, em especial à política econômica. Ele constitui uma tentativa de manter um pensamento crítico e independente sobre livros, sobre questões culturais em geral, focando numa discussão bem informada sobre temas de relações internacionais e de política externa do Brasil. Para meus livros e ensaios ver o website: www.pralmeida.org.

quarta-feira, 12 de novembro de 2014

Estatisticas do Blogger e do Google+: alguém sabe explicar as diferenças?

Quando a gente começa a organizar a bagunça que são os nossos arquivos eletrônicos (e eu tenho milhares deles, sobretudo de working files, e de outros arquivos que poderão, algum dia, ou em outra encarnação, servir para alguma coisa) e também os registros seriais nos sites, blogs e outras ferramentas ditas sociais, começamos a perceber certas incongruências.
Por exemplo, outro dia eu comemorei aqui os mais de 3 milhões de acessos ao meu blog, hoje, mais exatamente com:
Pageviews all time history
3,028,282
 
Agora olhando pelo lado do Google+, o que aparece é isto:
505 seguidores - 2.979.142 visualizações

Gostaria de compreender as diferenças entre um e outro, uma vez que se trata do mesmo blog.
Será que é o do Google+ reporta apenas as visitas desde que adotei essa ferramenta e por isso está abaixo do número geral do Blogger?
Em todo caso, os membros do meu blog também são em maior número do que os seguidores no Google+:
Membros (792)

Aproveitei para ver de onde veem os visitadores e outros curiosos:
EntryPageviews
Brazil
10909
Germany
5008
United States
2768
Netherlands
883
Russia
688
Poland
341
France
293
Ukraine
260
China
209
Spain
86

Bem, parece que os alemães são bem ativos neste meu blog, mais em todo caso do que os imperialistas bisbilhoteiros. Interessante também o expressivo número dos Países Baixos, totalmente desproporcional ao peso demográfico de parceiros mais relevantes.
Se eu tivesse uma equipe de investigação, dessas que trabalham para o NSA, eu já teria todas as respostas às minhas dúvidas.
Paulo Roberto de Almeida
Postar um comentário