O que é este blog?

Este blog trata basicamente de ideias, se possível inteligentes, para pessoas inteligentes. Ele também se ocupa de ideias aplicadas à política, em especial à política econômica. Ele constitui uma tentativa de manter um pensamento crítico e independente sobre livros, sobre questões culturais em geral, focando numa discussão bem informada sobre temas de relações internacionais e de política externa do Brasil. Para meus livros e ensaios ver o website: www.pralmeida.org.

sexta-feira, 5 de maio de 2017

O Homem que Pensou o Brasil: agradecimentos aos que foram ao lançamento dia 17 de abril

Sem poder fazê-lo pessoalmente, gostaria de agradecer por esta via a todos os velhos e novos amigos, aos curiosos intelectuais, interessados no personagem, tutti quanti compareceram à Livraria Argumento na noite do dia 17 de abril, no exato centenário do nascimento de Roberto Campos, para receber (aliás contra pagamento, mas neste caso vale a máxima de Milton Friedman) o livro O Homem que Pensou o Brasil (convite reproduzido abaixo).

Transcrevo, in fine, os nomes, tal como registrados nas papeletas de compra, de cada um que acolhi pessoalmente na mesa do lançamento, e desde já me desculpo por alguma omissão ou deslize de notação, involuntários, assim como me desculpo pelas palavras rápidas, necessariamente repetivas, nas várias dezenas de dedicaces que tive de fazer naquela noite. Ainda tive de fazer várias outras (embora não registradas), no dia seguinte, no seminário do Palácio do Itamaraty, um evento descontraído (ok, um ou outro entrevero conceitual), que serviu sobretudo de ambiente para um divertissement intelectual, com a presença de tão distinguidos palestrantes e participantes na ocasião. Desculpo-me por qualquer defeito na organização dos trabalhos, apenas a mim atribuível, mas agradeço, uma vez mais o carinho do reconhecimento e a gentileza do comparecimento, a um ou outro evento, ambos podendo ser considerados um sucesso total, pelo personagem, pela presença de muitos amigos, pelos que trabalharam na montagem do seminário.

AUTORES: don't panikiert! Eu tenho livros para encaminhar a cada um de vocês, mas estava esperando a redação de uma carta bem cuidada, explicando todo o processo de elaboração, confecção editorial, revisão e as escolhas que tive de fazer ao longo de um processo trabalhoso (mas plenamente satisfatório no plano intelectual) e, sobretudo, expedito, dada a pressa para a impressão a tempo do centenário. Vai chegar, prometo, antes do Papai Noel...
Muito grato pela compreensão, e pelo dispêndio adicional de um exemplar antecipado.
O abraço a todos, do
Paulo Roberto de Almeida

PS.: A lista dos "ratos de livraria", mesmo num dia chuvoso, como foi o 17 de abril: 


Arminio Fraga
Nelson Paes Leme
Guilherme Parreiras Aorta
Gustavo Farias
Pedro Correa do Lago
Renato Fragelli
Lauro Cotta
Ernane Galveas (representado)
Vinicius Figueiredo
João Dionísio Amoedo
Adriano Pires
Roberto Abdenur
Marcílio Marques Moreira
Hugo Pacheco
Rodrigo Maia
Bernardo Bruno Marque, Samuel, Helena, Nicolas
Claudia Campos
Araken Hipolito da Costa
Thomas and Cintia
Sandra Rios
Carlos Arthur Ortenblad Jr.
Mac Margolis
Guilherme Fiuza
Mônica e Theo
Paulo Herivan
Victor Hugo Ribeiro dos Santos
Ricardo Cançado
Adriana de Queiroz
Israel Beloch
Embaixador Eduardo dos Santos
Virginia e Pedro
Milton Cabral
Rubem de Freitas Novaes
Regina
Daniel Sá-Earp
Gustavo Franco
Valderez Fraga
Ricardo Velez Rodriguez
Roberto Macedo
Paulo Rabello de Castro
Luís Chaves
Ricardo Pereira
Rodrigo Sias
Haroldo Bezerra
Ilan Cuperstein
Alexandre Moreli
Roberto Castello Blanco
Francisco Villela
Tulio Arvelo Duran
Bernardo Cabral
Stelio Amarante
Marcos Travassos
Ricardo Cabral
Luis Alberto Machado

Até a próxima...
Paulo Roberto de Almeida
Postar um comentário