O que é este blog?

Este blog trata basicamente de ideias, se possível inteligentes, para pessoas inteligentes. Ele também se ocupa de ideias aplicadas à política, em especial à política econômica. Ele constitui uma tentativa de manter um pensamento crítico e independente sobre livros, sobre questões culturais em geral, focando numa discussão bem informada sobre temas de relações internacionais e de política externa do Brasil. Para meus livros e ensaios ver o website: www.pralmeida.org.

sexta-feira, 12 de janeiro de 2018

Meus criterios para as eleicoes de 2018 - Paulo Roberto de Almeida


Meus critérios para as eleições de 2018

Paulo Roberto de Almeida

Vou exercer meu direito de voto (infelizmente compulsório, mas eu o exerceria mesmo que fosse opcional):

1) Não reelejam NENHUM dos atuais detentores de cargos públicos; escolham candidatos sem histórico de mandato (sem garantia, porém, de que sejam melhores do que os atuais; ao menos, ainda não possuem know-how de extorsão de recursos públicos, ou pelo menos espero);
2) Não elejam NENHUM candidato a cargos executivos que já sejam detentores de cargos legislativos: eles não merecem, não fizeram por merecer, sobretudo nos últimos anos;
3) A palavra de ordem é: RENOVAÇÃO TOTAL, de todos os cargos, em todas as instâncias, em quaisquer circunstâncias;
4) Informe-se meticulosamente sobre quem for candidato: hoje o Google, e vários sites especializados permitem saber quem é, quem são os candidatos a cargos públicos;
5) Durante a campanha eleitoral, cada vez que um candidato prometer alguma coisa, informe-se se ele disse de onde irá buscar os recursos, quanto custa aquela promessa, e procure saber se ela é realmente prioritária;
6) Se você está em dúvida, ainda assim, consulte se o candidato foi alguma vez denunciado, indiciado, condenado; bandidos, mesmo condenados em primeira instância apenas, não merecem o seu voto.

Estes são os meus critérios básicos nas próximas eleições. Se você gostou, pode usar, não vou cobrar copyright. Mas se quiser me atribuir moral rights, estou de acordo...


Paulo Roberto de Almeida
Brasília, 12 de janeiro de 2018
Postar um comentário