O que é este blog?

Este blog trata basicamente de ideias, se possível inteligentes, para pessoas inteligentes. Ele também se ocupa de ideias aplicadas à política, em especial à política econômica. Ele constitui uma tentativa de manter um pensamento crítico e independente sobre livros, sobre questões culturais em geral, focando numa discussão bem informada sobre temas de relações internacionais e de política externa do Brasil. Para meus livros e ensaios ver o website: www.pralmeida.org.

domingo, 1 de julho de 2018

O Brasil dos Brasilianistas (2001), Envisioning Brazil (2005) e Guia dos Arquivos Americanos sobre o Brasil (2010)


Livros sobre o Brasil e os brasilianistas e sobre as relações Brasil-Estados Unidos organizados/editados por Paulo Roberto de Almeida

Nota conjunta sobre livros
Paulo Roberto de Almeida
Lisboa-Porto, 29 de junho – 1 de julgo de 2018


Um pesquisador brasileiro contatou-me a propósito do Envisioning Brazil(2005), uma versão americana do Brasil dos Brasilianistas (2002) que eu havia composto com o sociólogo da Vanderbilt University Marshall Eakin, assim como sobre o Guia dos Arquivos Americanos sobre o Brasil(2010), este último disponível livremente na Biblioteca Digital da Funag. Tive de fornecer-lhe algumas explicações sobre cada uma dessas publicações, as quais reproduzo abaixo, antes de colocar novamente as informações editoriais de cada um desses livros. Permito-me agregar agora uma informação adicional sobre o livro que organizei sobre as relações Brasil-Estados Unidos, resultante do último seminário que organizei ainda na embaixada em Washington, em 2003)

Brasil dos Brasilianistas não é exatamente igual ao Envisioning Brazil. O primeiro foi feito às pressas, pois o embaixador Rubens Barbosa o queria publicado o mais rapidamente possível. Então, a despeito de meus cuidados com a revisão, ele foi feito, digamos, a toque de caixa e saiu publicado pela Paz e Terra em 2002, tendo sido terminado no final de 2001. Pode ter sido relativamente sacrificado por uma revisão apressada no plano puramente formal, o que não diminui em nada o seu valor intrínseco.
 Já a versão americana do conjunto do material preparado em 2001 beneficiou-se de extensa revisão, correção, atualização até 2004, e constitui, assim, um texto mais conforme ao que eu e o Marshall Eakin queríamos. O trabalho final de revisão de quase todos os capítulos ficou a cargo do Marshall, mas eu procedi a uma cuidadosa revisão de minhas colaborações, inclusive na parte da bibliografia.
 Em todo caso, ambas edições constituem uma informação útil e uma discussão importante sobre o relevante papel dos estudiosos do Brasil nos EUA na construção da pós-graduação brasileira nas áreas de Humanidades e Ciências Sociais, numa fase que poderíamos chamar de "substituição de importações" da produção acadêmica.
 Já o Guia dos Arquivos Americanos sobre o Brasil foi feito também em 2001, e demorou muito tempo para ser publicado pela Funag. Só saiu em 2011, e eu fiz algumas revisões e atualizações no intervalo, mas não sei se tudo o que está lá ainda é válido. A razão é que o processo de digitalização dos arquivos americanos – National Archives, arquivos presidenciais, fundos documentais em universidades – caminhou rapidamente nessa década e atualmente existem dezenas, centenas, milhares de novas fontes acessíveis online.

Paulo Roberto de Almeida
Lisboa-Porto, 29 de junho – 1 de julgo de 2018


O Brasil dos Brasilianistas
um Guia dos Estudos sobre o Brasil
nos Estados Unidos, 1945-2000

Rubens Antonio Barbosa
Marshall C. Eakin
Paulo Roberto de Almeida
(editores)
(São Paulo: Paz e Terra, 2002)

Índice

Perfil dos autores

Apresentação
Os estudos brasileiros nos Estados Unidos: um projeto em desenvolvimento
      Rubens Antônio Barbosa 

Introdução:
1. Uma certa idéia do Brasil: as afinidades eletivas dos brasilianistas
      Marshall C. Eakin e Paulo Roberto de Almeida

Primeira Parte
Desenvolvimento geral dos estudos brasileiros nos Estados Unidos
2. Tendências e perspectivas dos estudos brasileiros nos Estados Unidos 
      Paulo Roberto de Almeida 
3. Pesquisa: fontes e materiais de arquivos, instituições relevantes, abordagens
      Robert M. Levine
4. Ensino: uma revisão dos programas sobre o Brasil nos Estados Unidos 
      Theodore R. Young

Segunda Parte
Pesquisa disciplinar e produção seletiva publicada, 1945-2000
5. Língua portuguesa e estudos brasileiros 
      Carmen Chaves Tesser
6. Literatura e cultura 
      K. David Jackson
7. Artes e Música 
      José Neistein
8. História 
      Judy Bieber
9. Antropologia 
      Janet Chernela
10. Economia 
      Werner Baer
11. Ciências Sociais 
      Marshall C. Eakin
12. Relações internacionais 
Scott D. Tollefson
13. Geografia 
Cyrus B. Dawsey III
14. Brasiliana nos Estados Unidos: fontes de referência e documentação
Ann Hartness
Terceira Parte
Informação sobre a produção acadêmica brasilianista, 1945-2001
15. Uma cronologia das relações Brasil-EUA e da produção acadêmica, 1945-2001
      Paulo Roberto de Almeida
16. A contribuição britânica ao brasilianismo acadêmico 
      Leslie Bethell
17. Desenvolvimento comparado do estudo do Brasil nos Estados Unidos e na França
      Edward A. Riedinger
18. Bibliografia seletiva
      Paulo Roberto de Almeida

Apêndice:
Nota sobre os comentaristas dos capítulos



Envisioning Brazil:
A Guide to Brazilian Studies 
in the United States, 1945-2003  
Edited by
Marshall C. Eakin and
Paulo Roberto de Almeida
(Madison: Wisconsin University Press, 2005)

In Memory of 
Robert M. Levine
1941-2003

Contents

Preface 
Brazilian Studies in the United States: A Project in Development 
            Rubens Antônio Barbosa 

Introduction
Envisioning Brazil and Brazilianists 
            Marshall C. Eakin and Paulo Roberto de Almeida 

Part One
The Development of Brazilian Studies in the United States

1. Trends, Perspectives, and Prospects 
            Paulo Roberto de Almeida  
2. Research on Brazil in the United States
            Robert M. Levine  
3. Teaching Brazil in United States Universities 
            Theodore R. Young 

Part Two
Perspectives from the Disciplines

4. Brazilian Portuguese Language and Linguistics  
            Carmen Chaves Tesser
5. Literature, Culture, and Civilization 
            K. David Jackson 
6. Arts and Music 
            José Neistein 
7. History 
            Judy Bieber 
8. Ethnology    
            Janet M. Chernela 
9. The Brazilian Economic System through U.S. Lenses 
            Werner Baer & Roberto Guimarães  
10. Political Science and Sociology  
            Marshall C. Eakin 
11. International Relations 
     Scott D. Tollefson
12. Geography 
    Cyrus B. Dawsey III 

Part Three
Counterpoints: Brazilian Studies in Britain and France

13. The British Contribution to the Study of Brazil
            Leslie Bethell  
14. Comparative Development of the Study of Brazil in the United States and France 
            Edward A. Riedinger 

Part Four
Bibliographic and Reference Sources

15. A Chronology of Brazilian-U.S. Relations and Academic Publications, 1945-2002 
           Paulo Roberto de Almeida 
16. Brasiliana in the United States: Reference Sources and Documents
          Ann Hartness
17. Selective Bibliography 
          Paulo Roberto de Almeida 

 Notes on Contributors



GUIA DOS ARQUIVOS
AMERICANOS SOBRE O BRASIL
Coleções Documentais sobre o Brasil nos Estados Unidos

PAULO ROBERTO DE ALMEIDA
RUBENS ANTÔNIO BARBOSA
FRANCISCO ROGIDO FINS
Organizadores
(Brasília: Funag, 2011)

In Memoriam
Embaixador Wladimir Murtinho,
um grande construtor, promotor, incentivador, colecionador, defensor e propagandista de tudo o que dizia respeito à arte, à cultura e à memória histórica do Brasil, um diplomata completo e um homem renascentista no sentido mais amplo do termo.
A homenagem dos organizadores ao grande promotor do Projeto Resgate 

ÍNDICE

Agradecimentos  
Apresentação ao Volume 
Apresentação Geral do Projeto Resgate 
Esther Caldas Bertoletti, Biblioteca Nacional - IHGB  
Prefácio
Embaixador Rubens Antonio Barbosa  
Introdução
Paulo Roberto de Almeida e Francisco Rogido Fins

1. National Archives and Records Administration
1.1.   Informações gerais  
1.2.   Principais Record Groups relacionados com o Brasil 
1.2.1.  RG 39 –Department of Treasury, Bureau of Accounts
1.2.2.  RG 40 – Department of Commerce
1.2.3.  RG 43 –International Conferences, Commissions and Expositions
1.2.4.  RG 59 –Department of State
1.2.5.  RG 63 – Committee on Public Information
1.2.6.  RG 65 – Federal Bureau of Investigation
1.2.7.  RG 84 – Foreign Service Posts of the Department of State 
1.2.8.  RG 90 – Public Health Service
1.2.9.  RG 122 – Federal Trade Commission 
1.2.10.  RG 166 – Foreign Agricultural Service  
1.2.11.  RG 169 – Foreign Economic Administration 
1.2.12.  RG 229 – Office of Inter-American Affairs
1.2.13.  RG 263 – Central Intelligence Agency 
1.2.14.  RG 275 – Export-Import Bank of the United States 
1.2.15.  RG 333 – International Military Agencies 
1.3.      Materiais referentes ao Brasil  
1.3.1.   Disponíveis no Brasil 
1.3.2.   Disponíveis nos EUA 

2. Bibliotecas Presidenciais  
Materiais históricos doados 
Arquivos presidenciais 
Materiais históricos presidenciais da Administração Nixon 
2.1.   Herbert Hoover Library     
2.1.1.Informações gerais
2.1.2.Materiais referentes ao Brasil  
2.2.   Franklin D. Roosevelt Library
2.2.1.Informações gerais 
2.2.2.Materiais referentes ao Brasil 
2.3.   Harry Truman Library  
2.3.1.Informações gerais  
2.3.2.Materiais referentes ao Brasil 
2.4.   Dwight D. Eisenhower Library 
2.4.1.Informações gerais 
2.4.2.Materiais referentes ao Brasil 
2.5.   John F. Kennedy Library 
2.5.1.Informações gerais  
2.5.2.Materiais referentes ao Brasil  
2.6.   Lyndon B. Johnson Library 
2.6.1.Informações gerais  
2.6.2.Materiais referentes ao Brasil  
2.7.Nixon Presidential Materials Staff  
2.7.1.Informações gerais  
2.7.2.Materiais referentes ao Brasil  
2.8.   Gerald R. Ford Library and Museum 
2.8.1.Informações gerais  
2.8.2.Materiais referentes ao Brasil 
2.9.Jimmy Carter Library 
2.9.1.Informações gerais  
2.9.2.Materiais referentes ao Brasil 
2.10.Ronald Regan Library 
2.10.1.Informações gerais  
2.10.2.Materiais referentes ao Brasil  
2.11.George Bush Library  
2.11.1.Informações gerais 
2.11.2.Materiais referentes ao Brasil 
2.12.William J. Clinton Presidential Library and Museum  
2.12.1.Informações gerais   
2.12.2.Materiais referentes ao Brasil  
2.13.George W. Bush Presidential Library 
2.13.1.Informações gerais  
2.13.2.Materiais referentes ao Brasil  

3. Outras Bibliotecas e Instituições  
3.1.   Library of Congress – Washington, DC
3.1.1.Informações gerais 
3.1.2.Materiais referentes ao Brasil 
3.2.   Oliveira Lima Library – Washington, DC 
3.2.1.Informações gerais   
3.2.2.Materiais referentes ao Brasil  
3.3.   Benson Latin American Collection – Austin, TX  
3.3.1.Informações gerais  
3.3.2.   Materiais referentes ao Brasil  
3.4.   John Carter Brown Library – Providence, RI 
3.4.1.Informações gerais  
3.4.2.Materiais referentes ao Brasil 
3.5.Columbus Memorial Library – Washington, DC
3.5.1.Informações gerais  
3.5.2.Materiais referentes ao Brasil  
3.6.   Yale University – New Haven, CT 
3.6.1.Informações gerais  
3.6.2.Materiais referentes ao Brasil 
3.7.   Howard-Tilton Memorial Library – New Orleans, LA 
3.7.1.Informações gerais  
3.7.2.Materiais referentes ao Brasil 
3.8.   Joseph Mark Lauinger Library – Washington, DC
3.8.1.Informações gerais 
3.8.2.Materiais referentes ao Brasil 
3.9.Newberry Library – Chicago, IL  
3.9.1.Informações gerais 
3.9.2.Materiais referentes ao Brasil  
3.10.Smithsonian Institution – Washington, DC 
3.10.1.Informações gerais 
3.10.2.Materiais referentes ao Brasil 
3.11.New York Public Library – New York, NY 
3.11.1.Informações gerais 
3.11.2.Materiais referentes ao Brasil 
3.12.National Security Archive – Washington, DC 
3.12.1.Informações gerais 
3.12.2.Materiais referentes ao Brasil   
3.13.Center for Research Libraries - Latin American Microform Project  
3.13.1.Informações gerais  
3.13.2.Materiais referentes ao Brasil  

4. Apêndices 
4.1.RG 59 – General Records of the Department of State 
4.1.1.   Microfilmes disponíveis no Brasil  
4.1.2.Microfilmes disponíveis nos EUA 
4.2.RG 263 – Central Intelligence Agency 
4.3.Chefes de Missão dos Estados Unidos no Brasil, 1825-2010  
4.4.Chefes de Missão do Brasil nos Estados Unidos, 1824-2010 
4.5.Modelo de carta para recurso ao FOIA  
4.6.Recursos para pesquisa online   
4.7.Feriados nacionais nos Estados Unidos

5. Referências Bibliográficas   

Notas sobre os Organizadores  




Relações Brasil-Estados Unidos

assimetrias e convergências

Paulo Roberto de Almeida
Rubens Antônio Barbosa
(Organizadores)
(São Paulo: Saraiva, 2005)

Índice


Lista de tabelas e figuras

Prefácio

1. Novas relações para um novo século: a parceria Brasil-Estados Unidos
Rubens Antônio Barbosa e Paulo Roberto de Almeida

Primeira Parte
Relações Brasil-Estados Unidos em perspectiva histórica

2. As relações do Brasil com os Estados Unidos em perspectiva histórica
Paulo Roberto de Almeida 
1. Introdução
2. Breve retrospecto histórico
3. Substituição de hegemonias na era do café
4. Tio Sam e a americanização do Brasil na era da Guerra Fria
5. Redemocratização brasileira e acirramento de conflitos comerciais
6. A era FHC: globalização assimétrica e crises financeiras
7. As principais questões da agenda diplomática Brasil-Estados Unidos
8. Conclusões: a presidência Lula e a busca de uma relação madura

3. Variações do nacionalismo: meio século de relações brasileiro-americanas
Lincoln Gordon
1. Retrospecto histórico
2. Nacionalismo positivo e nacionalismo negativo
3. Crescimento acelerado, instabilidade, golpe de estado e supercrescimento acelerado
4. Nacionalismo romântico
5. Rumo a um relacionamento mais estável e durável — parceria sem hegemonia
6. Uma parceria madura
Comentários: Thomas E. Skidmore; Eduardo Viola

Segunda Parte
Processos paralelos de desenvolvimento e de interdependência econômica
4. Etapas iniciais do desenvolvimento e da interdependência econômica 
John DeWitt
1. Introdução
2. Ventos, correntes e comércio
2.1 Rota dos pesqueiros
2.2 Rota do Caribe
2.3 Rota do Brasil
2.4 Sistemas de trocas e comércio do Atlântico
3. Duas novas civilizações mundiais
3.1 A civilização da América de plantation
3.2 A civilização marítima e de fazendas familiares
3.2.1 Pesca
3.2.2 Caça à baleia
3.2.3 Construção de navios
3.2.4 "Invisíveis"
3.2.5 Trocas e comércio
3.2.6 Agricultura em fazendas familiares
4. 1808 e as relações com a Grã-Bretanha
4.1 Estados Unidos: desastre marítimo ativa a revolução industrial
4.2 Brasil: da frigideira do mercantilismo para o fogo do livre-comércio
5. Transformações do século XIX
5.1 Sistemas de distribuição de terras
5.2 Estados Unidos: fazendas para famílias de fazendeiros
5.3 Brasil: fazendas para grandes proprietários 
5.4 A plantação de café no planalto de São Paulo
5.5 Dificuldades dos pobres do meio rural da América de plantation
6. Enfrentando o século XX 
7. Interações econômicas e diplomáticas
8. Conclusões

5. Uma perspectiva macroeconômica do crescimento brasileiro: comparações internacionais
Eliana Cardoso
1. Introdução
2. Comparações internacionais
3. Modelos e hipóteses sobre as raízes da diferença entre o desenvolvimento no Brasil e nos Estados Unidos
4. O século XX e a macroeconomia
5. O Brasil e a macroeconomia
Comentários: Joseph Love, p. 173

Terceira Parte
Comércio bilateral e regional e negociações hemisféricas e multilaterais
6. As relações econômicas Brasil-Estados Unidos e as negociações comerciais 
Rubens AntônioBarbosa
1. As relações econômico-comerciais em perspectiva histórica
2. Brasil e Estados Unidos no sistema multilateral de comércio: de Punta del Este a Doha
3. Experiências diferenciadas de regionalização: Nafta e Mercosul
4. Brasil e Estados Unidos nas negociações hemisféricas e multilaterais: visão brasileira

7. As relações comerciais entre os Estados Unidos e o Brasil numa nova era
Jeffrey Schott
1. Comércio e investimento
2. Atritos do comércio bilateral
3. Encurtando as distâncias
Conclusão
Comentários: Marcelo de Paiva Abreu; Paolo Giordano

Quarta Parte
Perspectivas futuras das relações bilaterais

8. Perspectivas do Brasil como modelador das relações bilaterais com os Estados Unidos
Thomaz Guedes da Costa 
1. Introdução
2. O foco atual: novamente um pragmatismo responsável?
3. Negociações comerciais: luzes ofuscantes e nuvens escuras?
4. Problemas de segurança internacional
4.1 As Nações Unidas e o multilateralismo
4.2 A região de três fronteiras
4.3 Colômbia
5. Nenhuma relação exclusiva — entrelaçar-se a vários
5.1 América do Sul
5.2 Reforçando outras parcerias estratégicas
Conclusão: O Brasil como modelador

9. As relações Brasil-Estados Unidos: a parceria indefinida
Peter Hakim
1. A indefinível importância das relações bilaterais
2. Os anos Fernando Henrique Cardoso (1995-2002)
3. Lula assume (2003- )
4. Olhando para o futuro

Apêndices:
1. Cronologia das relações Brasil-EUA no contexto regional e mundial, 1994-2003
2. Atos bilaterais e mecanismos de consulta entre os dois países
3. Bibliografia seletiva
4. Notas sobre os autores e comentaristas 

Postar um comentário