O que é este blog?

Este blog trata basicamente de ideias, se possível inteligentes, para pessoas inteligentes. Ele também se ocupa de ideias aplicadas à política, em especial à política econômica. Ele constitui uma tentativa de manter um pensamento crítico e independente sobre livros, sobre questões culturais em geral, focando numa discussão bem informada sobre temas de relações internacionais e de política externa do Brasil. Para meus livros e ensaios ver o website: www.pralmeida.org.

terça-feira, 6 de novembro de 2018

Manifesto politico pre-eleitoral: um texto revelador, segundo o Zeitgeist

O texto abaixo foi publicado em 28/09/2018 na página de Filipe G. Martins, assessor de relações internacionais do PSL.
Ele foi apresentado como sendo "... de um amigo que está arriscando muita coisa nesta eleição por entender a gravidade e a urgência do que está se passando no país..."
Depois apareceu num blog próprio do "amigo" e novamente desapareceu.
São ânimos de um momento pré-eleitoral.
Paulo Roberto de Almeida
Brasília, 6/11/2018


Data: 28 de setembro de 2018

Acorda, liberal!
Sai da cama, conservador!
Você pretende ficar neutro, assistindo à batalha pelo futuro do Brasil e comendo pipoca, como se estivesse vendo Croácia x Dinamarca?
Você tem algo mais importante a fazer do que salvar o seu país?
Quem se diz liberal e não está com Bolsonaro é porque não se importa com a liberdade, mas apenas com a sua própria imagem.
Quem se diz conservador e não está com Bolsonaro é porque só quer conservar sua própria convicção de superioridade moral.
O PT (Partido Terrorista) está se preparando para tomar o poder no Brasil.
Na véspera da I Guerra Mundial, o Secretário do Exterior britânico, Edward Grey, prevendo a catástrofe, disse a um amigo: “As luzes estão-se apagando em toda a Europa. Não as veremos novamente em nossas vidas.”
No Brasil, se o PT ganhar, vai extinguir todas as luzes da decência e da liberdade, e não as veremos acesas novamente em nossas vidas.
Sim, em nossas vidas. Vocês acham que o PT vai largar o poder depois de quatro anos? Oito? Dezesseis? Não largará nunca. Não será um novo governo, será um novo regime, um império do crime, apoiado no conluio entre as oligarquias nacionais e num novo eixo socialista latino-americano, sob os auspícios da China maoísta que dominará o mundo.
Nesse mundo, você acha que vai conseguir educar seus filhos de acordo com seus próprios valores, conservador? Acha que um jovem empreendedor vai ter espaço para abrir o seu negócio sem pagar propina ao Partido, liberal?
Vai ser um regime de partido único, ditatorial, um governo que controlará todo o tecido político, social e econômico, que controlará sua vida a partir da educação pré-escolar, que administrará sua família, que controlará o que você pensa e diz, que racionará aquilo em que você crê, que ditará o que você é! Um governo que matará de fome quem não tiver na testa a marca da besta.
“Está maluco! Isso é impossível! Temos instituições sólidas!”
Temos? Vocês acham mesmo que esse Congresso e esse Supremo Tribunal Federal vão colocar limites ao novo regime do PT?
Liberal, conservador, por favor explique por qual razão, debaixo dos céus, você não está com Bolsonaro. Porque não é chique? Porque você acha que ele não é um verdadeiro liberal? Ou porque é liberal demais?
O que significa o teu liberalismo se tu contemplas sem arrepio o abismo do bolivarianismo e do capitalismo de Estado corrupto que te espera se o PT vencer?
O que significa o teu conservadorismo se tu admites entregar o poder à máfia da ideologia de gênero?
Você está preocupado porque os comunistas chamam Bolsonaro de fascista, e você não pode jamais admitir que isso ocorra com você, não é?
Você morre de medo que o chamem de fascista. É esse o grande valor moral que te domina. O medo de ser chamado de fascista. Quando você começa a admitir o lampejo de uma opinião favorável a Bolsonaro, imediatamente aparece na sua cabeça a imagem do Ciro Gomes ou da Camila Pitanga te chamando de fasc... e antes que esse seu vigia ideológico internalizado termine a palavra, você já está pedindo desculpas e recuando assustado de volta ao seu curral mental.
Larga o medo.
Você nunca estudou nada sobre o comunismo na União Soviética, sobre a história do maoísmo na China, sobre o regime de Pol Pot no Camboja, sobre Cuba ou sobre a Venezuela? Não sabe que “fascista” nesses regimes significava qualquer pessoa, ideia, animal ou planta que se opusesse ao poder ditatorial do partido único? Não sabe que os genocídios em todos esses lugares foram perpetrados – ou estão sendo – em nome do combate ao “fascismo”, ou à “extrema direita”?
Quando um agente do aparato de repressão venezuelano mata um estudante que protestava numa rua de Caracas, você acha que ele chama o estudante de quê, enquanto arrasta o corpo para a calçada antes de matar outro? De fascista.
E quando um candidato brasileiro disposto a enfrentar o sistema criminoso do PT é esfaqueado e quase morto, aqueles que o esfaqueiam o chamam de quê? De fascista.
Afaste por um momento o seu Ciro Gomes ou a sua Camila Pitanga interior, só por um momento, e tente entender as coisas com a sua própria cabeça liberal ou conservadora.
Fascista é o nome dado pelos comunistas a qualquer inimigo do regime de terror que o PT pretende instaurar ou reinstaurar no Brasil.
A sobrevivência do Brasil depende de você perder o medo de ser chamado de fascista por quem nem sabe o que é fascismo.
Acorda, sai da cama e vem para a luta! É o Brasil que está jogando o jogo mais importante da sua vida.
________________________________________________
Texto de um amigo que está arriscando muita coisa nesta eleição por entender a gravidade e a urgência do que está se passando no país e que implora para que você reflita sobre o que está em jogo e não desperdice o seu voto só para posar de moderado ou do que quer que seja perante seus coleguinhas. O futuro do nosso país e a vida de cada um de nós estão em jogo. Por favor, reaja.
Postar um comentário