O que é este blog?

Este blog trata basicamente de ideias, se possível inteligentes, para pessoas inteligentes. Ele também se ocupa de ideias aplicadas à política, em especial à política econômica. Ele constitui uma tentativa de manter um pensamento crítico e independente sobre livros, sobre questões culturais em geral, focando numa discussão bem informada sobre temas de relações internacionais e de política externa do Brasil. Para meus livros e ensaios ver o website: www.pralmeida.org.

Mostrando postagens com marcador IPRI. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador IPRI. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 17 de julho de 2018

Palestra-debate no IRBr: O Brasil e a busca de status internacional - IRBr, 26/07, 16:00

Palestra-debate no IRBr: O Brasil e a busca de status internacional


            O Instituto Rio Branco (IRBr), a Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG) e o Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais (IPRI) convidam para uma nova palestra-debate na série “Diálogos internacionais”, com a pesquisadora, diplomata (2007-2010) e professora Marina Guedes Duque, sobre “O Brasil e a busca de status internacional”. Marina Guedes Duque é Mestre pelo IRel-UnB e PhD pela Ohio State University, com pós-doutorado nas universidades de Harvard e Princeton. Atualmente é professora da Florida State University; o paper base para os debates encontra-se disponível no seguinte link: https://doi.org/10.1093/isq/sqy001. O ministro Benoni Belli (SPD) atuará como debatedor. A palestra será feita nas salas 1 e 2 do Instituto Rio Branco, no dia 26 de julho, às 16h00.

sexta-feira, 22 de junho de 2018

IPRI: o que faz, o que anda fazendo? - Marco Tulio Cabral e PRAlmeida

Meu colega e verdadeiro animador do IPRI fez uma listagem do que andamos fazendo por lá...

- Diálogos Internacionais do IPRI:

-  Cadernos de Política Exterior, nossa revista semestral:

- Banco de Teses e Dissertações na área de Relações Internacionais:

- Pesquisas para a redação dos livros publicados pelo IPRI via FUNAG:
Trata-se de uma coletânea de textos de autoria do grande estadista e diplomata responsável pela participação do Brasil, ao lado dos Aliados, na Segunda Guerra Mundial, e que garantiu a presença brasileira entre os países fundadores das Nações Unidas e do sistema de Bretton Woods.

quinta-feira, 7 de junho de 2018

Valerio Mazzuoli: Sistemas regionais de protecao dos direitos humanos - IPRI, 12/06, 15hs

Inscrições Abertas:
Diálogos Internacionais do IPRI:
"Análise comparativa e crítica dos sistemas regionais de proteção dos direitos humanos"  
A Fundação Alexandre de Gusmão (FUNAG) e o Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais (IPRI), convidam para a palestra-debate “Análise comparativa e crítica dos sistemas regionais de proteção dos direitos humanos”, a ser proferida pelo Coordenador-adjunto do Programa de Mestrado em Direito da UFMT, Valerio de Oliveira Mazzuoli. O professor Mazzuoli é Pós-Doutor em Ciências Jurídico-Políticas pela Universidade de Lisboa, Doutor summa cum laude em Direito Internacional pela UFRGS e Mestre em Direito Internacional pela UNESP. A palestra será realizada no Auditório Paulo Nogueira Batista, Anexo II do Itamaraty, no dia 12 de junho de 2018 às 15h00. Inscreva-se!

terça-feira, 5 de junho de 2018

Funag-IPRI: crescimento da produtividade - estatísticas

Enquanto o crescimento do PIB avança a passos de cágado (com acento), a produtividade dos eventos e publicações no âmbito da Funag e do IPRI só faz aumentar, mesmo com restrição de recursos. Imaginem o que eu faria com um milhão de dólares.


O PRESIDENTE DA FUNDAÇÃO ALEXANDRE DE GUSMÃO - FUNAG, no exercício das atribuições determinadas pelo art.15, inciso V, do Estatuto da Fundação, (...) resolve:


Art. 1o - Tornar público, na forma do Anexo I, o resultado da Avaliação de Desempenho Institucional relativo ao período de 07 de maio de 2017 a 06 de maio de 2018 no âmbito da Fundação Alexandre de Gusmão, de acordo com as metas estabelecidas na Portaria no 61, de 5 de maio de 2017, em consonância com art. 5°, §8°, e art. 10°, §1°, inciso V, do Decreto n° 7.133/2010, conforme indicado abaixo:







Vamos dobrar as metas...
Paulo Roberto de Almeida 
Diretor do Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais, IPRI-Funag 


quinta-feira, 31 de maio de 2018

Relatorios do Itamaraty, do MNE ao MRE: disponiveis

Graças aos excepcionais trabalhos do historiador Rogério de Souza Farias, meu assessor no IPRI, mas cooperando intensamente com o CHDD, dispomos agora de uma base digital dos relatórios do velho ministério dos Negócios Estrangeiros do Império, e de todos os relatórios do ministério das Relações Exteriores, na República, em arquivos acessíveis facilmente:

 Relatórios do Ministério

O primeiro relatório do Ministério dos Negócios Estrangeiros foi publicado em 1823 e a série teve continuidade, com algumas interrupções, até 1988.

Atualmente, há três formas distintas para acessá-la digitalmente – pelo Center for Research Libraries (CRL), pela Biblioteca Nacional e pelo Centro de História e Documentação Diplomática (CHDD).

Center for Research Libraries

Com sede em Chicago, Illinois, o CRL é um consórcio internacional de universidades, faculdades e bibliotecas de pesquisa independentes. Seu projeto para digitalização de documentos latino-americanos, LAMP (Latin American Microform Project), contou com o apoio financeiro da The Andrew W. Mellon Foundation e a parceria da Biblioteca Nacional do Rio de Janeiro para disponibilizar on-line documentos do governo brasileiro entre 1821 a 1993. Os documentos disponíveis do Ministério das Relações Exteriores cobrem o período de 1830 a 1960 e podem ser acessados gratuitamente por meio da página: http://www-apps.crl.edu/brazil/ministerial/relaçoes_exteriores.

Biblioteca Nacional

A BN criou a BNDigital em 2006 e, em 2008, recebeu aporte do Ministério da Cultural para aprofundar o seu segmento de digitalização, tendo concluído os relatórios de 1891 a 1928 e os de 1930 a 1960 em dezembro de 2015 na plataforma DocReader. Ele pode ser acessado em:http://memoria.bn.br/hdb/periodico.aspx

Centro de História e Documentação Diplomática

O CHDD foi criado em 13 de novembro de 1996. Ele tem como propósito promover e divulgar estudos e pesquisas sobre história diplomática e das relações internacionais do Brasil, criar e difundir instrumentos de pesquisa, incentivar e promover a edição de livros e periódicos sobre temas de sua competência, e promover a realização de atividades de natureza acadêmica no campo da história diplomática. Os relatórios do período imperial estão disponíveis no linkhttp://funag.gov.br/chdd/index.php/relatorios-do-ministerio. A série completa está temporariamente no repositório https://archive.org/details/RelatoriosdoItamaraty

Diferenças entre as três bases


A despeito de reproduzirem o mesmo material, há diferenças entre os repositórios. O primeiro é de abrangência. O da CRL vai de 1830 a 1960; o da Biblioteca Nacional, de 1891 a 1960; o do CHDD, de 1826 a 1988. 
A segunda diferença está no nível de acessibilidade dos arquivos digitais. Tanto o CRL como a Biblioteca Nacional não disponibilizam os PDFs completos. A navegação é feita página a página, o que ocasiona certa lentidão na leitura. O CHDD, por sua vez, oferece os PDFs completos dos volumes.
Uma terceira diferença é a viabilidade de pesquisa dentro do arquivo por palavras. Somente a Biblioteca Nacional e o CHDD permitem pesquisas textuais.

Quadro comparativo entre as três bases

quinta-feira, 24 de maio de 2018

Relacoes exteriores do Brasil: Diálogos internacionais do IPRI: 30/05

Meu amigo, colega e verdadeiro gestor do IPRI, Marco Túlio Scarpelli Cabral, foi quem concebeu, montou, organizou, mobilizou, preparou este belo programa dirigido a estudantes e candidatos à carreira diplomática, cobrindo vários aspectos das relações exteriores do Brasil.
Venham todos.
Paulo Roberto de Almeida
Caro (a) Estudante,
1. Gostaríamos de convidá-la (o) para a próxima edição dos Diálogos Internacionais do IPRI sobre "Relações Exteriores do Brasil – Contexto e Temas", em 30/05 a partir das 9h00 no auditório Paulo Nogueira Batista, no anexo II do Ministério das Relações Exteriores.
2. Concebido especialmente para estudantes e candidatos ao Instituto Rio Branco, este evento consistirá em um ciclo de palestras, seguidas de debate, apresentando amplo panorama das relações internacionais e da política externa brasileira, conforme programa abaixo:

09:00 – Recepção pelo Diretor do Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais, IPRI-Funag, ministro Paulo Roberto de Almeida
09:15 – MRE, Funag-IPRI, possibilidades de ingresso na carreira diplomática, Conselheiro Marco Tulio Scarpelli Cabral, coordenador geral do IPRI
10:00 – O Universalismo da Política Externa Brasileira, Secretário Filipe Nasser Silva, Secretaria de Planejamento Diplomático
10:45 – O Brasil e o Oriente Médio, Diplomata da Subsecretaria da África e do Oriente Médio
11:30 – As relações Brasil-América Latina, Conselheiro João Marcelo Soares, Subsecretaria da América Latina e do Caribe
12:15 – O Brasil e os EUA, Secretário Fabio Cereda Cordeiro, Divisão dos Estados Unidos e do Canadá
15:00 – O Brasil e a China, Diplomata da Divisão de China e Mongólia
15:45 – O Brasil e a Rússia, Secretário Fabiano Wollmann, Divisão da Europa Central e Oriental
16:30 – O Brasil e o Conselho de Segurança, Diplomata da Divisão de Paz e Segurança Internacional
17:15 – Debate Geral, Encerramento, Ministro Paulo Roberto de Almeida

3. Para confirmar presença, basta responder a esta mensagem informando o nome completo e, se for o caso, a instituição na qual estuda ou trabalha.

Atenciosamente,
_________________
Marco Tulio S. Cabral
Coordenador-Geral
Instituto de Pesquisa de Relações Internacionais - IPRI
Ministério das Relações Exteriores

sexta-feira, 30 de março de 2018

Relatorio das atividades no IPRI, em 2017 - Paulo Roberto de Almeida


Fundação Alexandre de Gusmão, Ministério das Relações Exteriores
Relatório de Atividades no ano de 2017 sob a responsabilidade de seu
Diretor: Paulo Roberto de Almeida

Registro efetuado em 30/03/2018

I - Eventos acadêmicos organizados pelo IPRI

No ano de 2017, o IPRI, sob a coordenação direta de seu diretor, organizou 43 eventos acadêmicos entre seminários, palestras, reuniões, apresentações e workshops:

23/02/2017 – Reunião sobre a “Venezuela: situação e perspectivas”, com o embaixador do Brasil em Caracas, Ruy Carlos Pereira. Local: Sala “C”.

15/03/2017 – Seminário de apresentação e debate sobre o livro coordenado pelo consultor do CEBRI: Matias Spektor (editor executivo): 10 Desafios da Política Externa Brasileira (Rio de Janeiro: Centro Brasileiro de Relações Internacionais; Fundação Konrad Adenauer, 2016, 144p.), com a participação de colaboradores e de diplomatas brasileiros. Local: sala San Tiago Dantas.

16/03/2017 – Palestra-debate “Economic Recovery of Japan and Regional Integration in Asia-Pacific”, com o professor Shujiro Urata, da Universidade de Waseda, Japão. Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

17/03/2017 – Palestra da série “Percursos Diplomáticos”, pelo embaixador Rubens Ricupero no âmbito dos “Encontros IPRI-IRBr”. Local: auditório do IRBr (disponível no site do IPRI: http://www.funag.gov.br/ipri/index.php/percursos-diplomaticos).

21/03/2017 – Seminário “Stefan Zweig e o Brasil” com a presença do ex-chanceler Celso Lafer; da diretora da Casa Stefan Zweig (Petropolis, RJ), Kristina Michahelles; e do historiador Israel Beloch, editor do livro A Unidade Espiritual do Mundo, com textos de Alberto Dines, Klemens Renoldner e Celso Lafer; tradução: Kristina Michahelles (Rio de Janeiro: Casa Stefan Zweig; Memória Brasil, 2017, 200 p.; edição fac-símile; ISBN: 978-85-98227-07-8). Apresentação do Diretor do IPRI, preparada para o seminário disponível nas plataformas Academia.edu (link: http://www.academia.edu/31826161/Stefan_Zweig_e_o_Brasil) e Research Gate, (link: https://www.researchgate.net/publication/314720659_Stafan_Zweig_e_o_Brasil?ev=prf_pub). Local: auditório do IRBr.

31/03/2017 - Palestra-Debate “Nacionalismo Acadêmico Brasileiro e Brasilianismo: produção intelectual”, com o historiador José Carlos Sebe Bom Meihy, autor de diversos livros sobre o tema. Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

03/04/2017 – Palestra-debate “As Ideias das Revoluções Pernambucanas do século XIX: 1817, 1824 e 1848”, com o professor Vamireh Chachon e os embaixadores Gonçalo Mourão e Tarcísio Costa. Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

11/04/2017 – Palestra-debate “A situação atual no Oriente Médio: uma equação complexa com múltiplas variáveis”, com o professor Amine Ait-Chaalal, da Université Catholique de Louvain – Bélgica. Local: sala “C”.

18/04/2017 – Seminário “Centenário de Roberto Campos: o homem que pensou o Brasil”, com lançamento do livro: Paulo Roberto de Almeida (org.), O Homem que Pensou o Brasil: trajetória intelectual de Roberto Campos (Curitiba: Editora Appris, 2017, 373 p.; ISBN: 978-85-473-0485-0; informação disponível no blog: http://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/03/o-homem-que-pensou-o-brasil-roberto_21.html); participação de colaboradores e especialistas convidados. Local: Palácio Itamaraty, Rio de Janeiro.

05/05/2017 – Palestra-debate “Fronteiras do Brasil, uma história que deu certo”, proferida pelo embaixador Synesio Sampaio Goes, autor do livro Navegantes, Bandeirantes e Diplomatas (Brasília: Funag, 2015, 490 p; ISBN: 978-8-7631-544-5); link: http://funag.gov.br/loja/index.php?route=product/product&product_id=738&search=Synesio+Sampaio+Goes). Local: auditório do IRBr.

10/05/2017 – Palestra-debate “Desglobalização: crônica de um mundo em mudança” com o economista Marcos Prado Troyjo. Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

18/05/2017 – Palestra-Debate “The United States, Peace, and World Order" com o professor Frank J. Gavin, diretor do Centro Henry Kissinger para Assuntos Globais, Universidade Johns Hopkins, Washington. Local: auditório do IRBr.

19/05/2017 – Palestra-debate “Brasil para Refugiados: contexto histórico” com o historiador Fábio Koifmann e o cientista político Charles P. Gomes. Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

26/05/2017 – Palestra “Percursos Diplomáticos”, proferida pelo embaixador Marcos Azambuja no âmbito dos “Encontros IPRI-IRBr”. Local: auditório do IRBr (disponível no site do IPRI: http://www.funag.gov.br/ipri/index.php/percursos-diplomaticos).

30/05/2017 – Palestra-debate “Novos olhares sobre a Política Externa Brasileira” proferida pelo diplomata Gustavo Westmann, a propósito de seu livro: Gustavo Westmann (org.): Novos olhares sobre a Política Externa Brasileira (São Paulo: Contexto, 2017, 272 p.; ISBN: 978-85-7244-986-1). Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

02/06/2017 – Palestra-debate “A Política Externa Brasileira no Contexto Internacional, 1987-2017” proferida pelo embaixador Sérgio Florêncio Sobrinho, a propósito de seu capítulo neste livro: Jaime Pinsky (org.), O Brasil no contexto, 1987-2017 (São Paulo: Contexto, 2017, 224 p.; ISBN: 978-85-7244-992-2). Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

14/06/2017 – Seminário “South American and European Perspectives on Diplomacy and Defense”, realizado em parceria com o Egmont Institute, com a participação do especialista Sven Biscop. Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

12/07/2017 – Palestra-Debate “Global Crises and Humanitarian Challenges: the work of the International Committee of the Red Cross” com o Dominik Stillhart, diretor do Comitê Internacional da Cruz Vermelha no Brasil. Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

21/07/2017 – Palestra “Percursos Diplomáticos”, proferida pelo embaixador José Alfredo Graça Lima no âmbito dos “Encontros IPRI-IRBr”. Local: auditório do IRBr (disponível no site do IPRI: http://www.funag.gov.br/ipri/index.php/percursos-diplomaticos).

01/08/2017 – Seminário “BRICS Co-operation: Assessment and Next Steps”, em parceria com o Instituto Chongyang de Estudos Financeiros, Universidade do Povo, Pequim. Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

21/08/2017 – Palestra-debate “Os desafios e oportunidades na relação Brasil–Ásia na perspectiva de jovens diplomatas”, proferida pelo diplomata Pedro Henrique Batista Barbosa. Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

24/08/2017 – Mesa-Redonda “Políticas Comerciais da Administração Trump: situação atual e perspectivas” com o professor Mark S. Langevin da Universidade George Washington. Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

25/08/2017 – Seminário “O Brasil e a Corte Permanente de Arbitragem: 110 Anos de Cooperação”. Local: auditório do IRBr.

25/08/2017 – Workshop “Arbitragem Internacional” com o Dr. Tulio Di Giacomo Toledo, consultor jurídico e representante da Corte em Mauricio; a professora Nádia de Araújo, PUC-Rio; e o professor Eduardo Grebler, PUC-Minas. Local: auditório do IRBr.

30/08/2017 – Seminário “Nuclear Terrorism: Risks and Preventive Strategies”, proferida por Irma Argüillo, presidente da Fundação NPS Global. Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

12/09/2017 – Mesa-Redonda com o embaixador João Cravinho para lançamento do livro “A União Europeia e sua política exterior”, dentro da coleção “Em poucas palavras”. Local: auditório do IRBr.

06/10/2017 – Palestra “Percursos Diplomáticos”, proferida pelo embaixador Roberto Abdenur no âmbito dos “Encontros IPRI-IRBr”. Local: auditório do IRBr (disponível no site do IPRI: http://www.funag.gov.br/ipri/index.php/percursos-diplomaticos).

11/10/2017 – Palestra-debate com o pesquisador Rogério de Souza Farias, com a participação do embaixador Marcílio Marques Moreira, para o lançamento do seu livro: Rogério de Souza Farias: Edmundo P. Barbosa da Silva e a construção da diplomacia econômica brasileira (Brasília: Funag, 2017, 589 p.; ISBN: 978-85-7631-682-4; disponível em formato digital na Funag: http://funag.gov.br/loja/index.php?route=product/product&product_id=882&search=Edmundo+). Local: Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro.

17/10/2017 – Palestra com o embaixador Alessandro Candeas para lançamento do seu livro A Integração Brasil-Argentina: História de uma ideia na Visão do Outro (Brasília: Funag, 2017, 389 p.; ISBN: 978-85-7631-659-6; disponível em formato digital: http://funag.gov.br/loja/index.php?route=product/product&product_id=862&search=A+Integra%C3%A7%C3%A3o+Brasil-Argentina). Local: Embaixada da Argentina em Brasília.

20/10/2017 – Palestra “Percursos Diplomáticos”, proferida pelo embaixador Rubens Barbosa no âmbito dos “Encontros IPRI-IRBr”. Local: auditório do IRBr (disponível no site do IPRI: http://www.funag.gov.br/ipri/index.php/percursos-diplomaticos).

20/10/2017 – Lançamento dos livros: Oswaldo Aranha: uma fotobiografia, de Pedro Corrêa do Lago (Rio de Janeiro: Editora Capivara, 2017); e Sérgio Eduardo Moreira Lima; Paulo Roberto de Almeida; Rogério de Souza Farias (organizadores): Oswaldo Aranha: um estadista brasileiro (Brasília: Funag, 2017, volume 1, 568 p.; ISBN: 978-85-7631-696-1; link: http://funag.gov.br/loja/index.php?route=product/product&product_id=913; volume 2, 356 p.; ISBN: 978-85-7631-697-8; link: http://funag.gov.br/loja/index.php?route=product/product&product_id=914). e  Local: sala Portinari, Palácio Itamaraty.

24/10/2017 – Reunião restrita sobre o tema “Perspectivas do BRICS após Xiamen”, com o pesquisador Oliver Stuenkel (FGV-SP). Local: sala “C”.

25/10/2017 – Reunião restrita sobre China, com o professor David Shambaugh. Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

30/10/2017 – Palestra-debate “Soberania Nacional e Autoridade da Jurisdição Internacional: problemas emergentes”, proferida pelo jurista Francisco Rezek. Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

31/10/2017 – Palestra-debate “Does Emmanuel Macron’s Election Mean The End of Populists in France?” com os professores do Instituto de Estudos Políticos de Paris (Sciences Po), Marc Lazar e Dominique Reynié. Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

06/11/2017 – Seminário “O Brasil e a Grande Guerra: diplomacia e história”, com a participação de inúmeros especialistas, militares e diplomatas, entre eles os embaixadores Rubens Ricupero e Juan Archibaldo Lanus. Local: Instituto Histórico e Geográfico Brasileiro, Rio de Janeiro. Nota no Diplomatizzando (link: https://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/10/o-brasil-e-grande-guerra-diplomacia-e.html).

10/11/2017 – “Saudação aos coordenadores de cursos de pós-graduação em RI”, na reunião de trabalho com coordenadores de cursos de Pós-Graduação em Relações Internacionais, no contexto das comemorações dos 30 anos do IPRI, no quadro da V Conferência de Relações Exteriores. Local: sala “C”; texto no Diplomatizzando (16/11/2017; link: http://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/11/ipri-30-anos-reuniao-com-coordenadores.html). nota sobre o encontro no blog Diplomatizzando (16/11/2017; link: http://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/11/reuniao-do-ipri-com-ex-diretores-e.html).

20/11/2017 – Palestra-debate "Bertha Lutz e os Direitos das Mulheres na Carta da ONU: Como uma delegada brasileira promoveu com sucesso a igualdade de gênero na Conferência de São Francisco”, com as pesquisadoras Elise Dietrichson, norueguesa, e Fatima Sator, argelina, da Universidade de Londres. Local: auditório Paulo Nogueira Batista.

20 e 21/11/2017 – Apresentações-debates em torno do livro do embaixador Rubens Ricupero, A diplomacia na construção do Brasil, 1750-2016 (Rio de Janeiro: Versal Editores, 2017), feitas no IRel-UnB e na Casa Thomas Jefferson; no blog Diplomatizzando (18/11/2017; link: http://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/11/uma-homenagem-rubens-ricupero-paulo.html); “Rubens Ricupero: um intelectual na diplomacia” (link: http://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/11/rubens-ricupero-um-intelectual-na.html); jornal O Estado de S. Paulo (domingo, 8 de outubro de 2017, sob o título de História da diplomacia no Brasil tem novo livro definitivo”; link: http://alias.estadao.com.br/noticias/geral,historia-da-diplomacia-no-brasil-tem-novo-livro-definitivo,70002030739).

24/11/2017 – Palestra “Percursos Diplomáticos”, proferida pela embaixadora Thereza Quintella no âmbito dos “Encontros IPRI-IRBr”. Local: auditório Paulo Nogueira Batista (disponível no site do IPRI: http://www.funag.gov.br/ipri/index.php/percursos-diplomaticos).

01/12/2017 – Reunião restrita “Política e Comércio Exterior do Japão”, com o professor Yorizumi Watanabe. Local: sala “D”.

13/12/2017 – Lançamento do livro, elaborado com a colaboração de André Heráclio do Rêgo: Oliveira Lima: um historiador das Américas (Recife: CEPE, 2017, 175 p.; ISBN: 978-85-7858-561-7), no Instituto Histórico, Arqueológico e Geográfico de Pernambuco, no Recife. Anunciado no blog Diplomatizzando (link: https://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/12/oliveira-lima-um-historiador-das.html e http://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/12/oliveira-lima-o-meu-depoimento-sobre-o.html).

14/12/2017 – Seminário “Brasil-Noruega sobre cooperação em temas de oceanos”, com a participação de inúmeros especialistas do Brasil e da Noruega conectados online. Local: sala de videoconferência da AIG.


II – Produção editorial
No ano de 2017, o IPRI editou as seguintes publicações:

Livro “Oswaldo Aranha: Um Estadista Brasileiro”, organizado por Sérgio Eduardo Moreira Lima, Paulo Roberto de Almeida e Rogério de Souza Farias; nota no blog Diplomatizzando, (19/10/2017; link: https://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/10/minha-homenagem-oswaldo-aranha-paulo.html).
Revista Cadernos de Política Exterior - n.º 6, com artigo do Diretor do IPRI: “O IPRI como produtor de conhecimento: os primeiros 30 anos” (p. 469-474; disponível no link: http://funag.gov.br/loja/index.php?route=product/product&path=85&product_id=935).
Livro Estatísticas 2017. Trata-se de uma compilação realizada pelo apoio técnico do IPRI de um grande número estatísticas relevantes para o estudo e análise das relações internacionais, envolvendo diversos países do globo (disponível no site da Funag: http://funag.gov.br/loja/index.php?route=product/product&product_id=838&search=Estat%C3%ADsticas).

III - Página web do IPRI
Em 2017, seguiram-se as atividades normais de manutenção da página web do IPRI, além da sua modernização. Nesse sentido, avançou-se na alimentação da página, com a inclusão de novos conteúdos (link: http://www.funag.gov.br/ipri/).

IV – Repertório de Política Externa Brasileira
O IPRI deu seguimento, durante o primeiro semestre do ano, à elaboração e divulgação, em sua página web, do seu “Repertório de Política Externa”. Trata-se de uma compilação, organizadas por temas, de trechos selecionados de manifestações públicas de altas autoridades brasileiras no campo da política externa e das relações internacionais. As citações são retiradas de discursos, artigos e entrevistas do presidente da república, do vice-presidente, do chanceler e do Secretário-Geral das Relações Exteriores e outras altas autoridades do Itamaraty, além de notas à imprensa.

V – Banco de teses e dissertações (BTD-IPRI)
O IPRI prosseguiu com o mapeamento da produção acadêmica brasileira na área de relações internacionais. Mediante a utilização de ferramentas já disponíveis para a comunidade acadêmica, a equipe do IPRI segue elaborando e atualizando listas que permitem apresentar de forma simples e fácil um mecanismo de consulta de informações sobre teses e dissertações defendidas por área temática, bem como sobre os grupos de pesquisa estabelecidos em universidades brasileiras. Da mesma forma, elaborou-se, para cada área mapeada, uma lista dos grupos de pesquisa atualmente cadastrados junto ao CNPq dedicados àquela área específica.


VI – Participação em eventos e contatos externos

O Diretor do IPRI participou, como palestrante, dos seguintes eventos de natureza acadêmica:

22/03/2017 – Palestra “O que esperar de 2017: economia e política internacional”, na Assembleia Legislativa do Estado do Rio Grande do Sul; Postado em Mundorama (21/03/2017; link: http://www.mundorama.net/?p=23347) e no Diplomatizzando (http://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/03/o-que-esperar-de-2017-economia-e.html).

25/03/2017 – Palestra “A política externa e a diplomacia brasileira no século XXI”, como aula inaugural no Curso de Pós-Graduação Lato Sensu em Diplomacia e Relações Internacionais da Universidade Federal de Goiás (UFG), Goiânia, em 24/03/2017, a convite do Prof. Diego Trindade D’Ávila Magalhães, coordenador do curso; disponível no Diplomatizzando (http://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/03/a-politica-externa-e-diplomacia.html).

17/04/2017: “O homem que pensou o Brasil”, depoimento prestado em sessão especial do Senado Federal, a convite do Senador Cidinho Santos (MT), em 17/04/2017 (YouTube: https://www.youtube.com/watch?v=XobuvjMuy7k&t=189s); Texto lido na sessão especial do dia 17/04/2017: Diplomatizzando (16/04/2017; link: http://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/04/roberto-campos-sessao-especial-no.html).

24/04/2017 – Palestra “A política externa e a diplomacia brasileira no século XXI”, para os alunos de Direito da Faculdade São Francisco – USP, a convite do professor Wagner Menezes (link: http://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/04/a-politica-externa-e-diplomacia.html).

25/04/2017 – Palestra “Roberto Campos, 100 anos: atualidade de suas ideias”, para alunos e jornalistas participantes do Curso Agenda Brasil, na FAAP-SP; Mundorama (link: http://www.mundorama.net/?p=23501); Diplomatizzando (http://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/04/roberto-campos-atualidade-de-suas.html).

25 a 28/05/2017 – Curso para os alunos do Curso de Especialização em Direito Internacional da UNIFOR em Fortaleza: Quinze anos de política externa: ensaios sobre a diplomacia brasileira, 2002-2017; disponível em Academia.edu (link: https://www.academia.edu/33186849/QUINZE_ANOS_DE_POLITICA_EXTERNA_ENSAIOS_SOBRE_A_DIPLOMACIA_BRASILEIRA_2002-2017); informado no blog Diplomatizzando (http://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/05/quinze-anos-de-politica-externa-ensaios.html).

27/06/2017 – Palestra no Estoril Political Forum: “Brazil as a Failing State (or, is it already a Failed State?)”, painel sobre o Brasil, promovido pela Universidade Católica Portuguesa em Estoril-Portugal; Diplomatizzando (26/06/2017; link: http://diplomatizzando.blogspot.pt/2017/06/brasil-existe-uma-crise-da-democracia.html).

27/07/2017 – Palestra no 6º Encontro da ABRI, “Perspectivas da política externa em um Brasil em redefinição”, na Mesa Redonda “Perspectivas da política externa brasileira em um mundo em redefinição”, Belo Horizonte, 27/07/2017; blog Diplomatizzando (26/07/2017; link: https://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/07/perspectivas-da-politica-externa-em-um.html).

21/08/2017 – Palestra “Opções de Mercado para o Profissional de RI”, na XVII Semana de Relações Internacionais do UniCeub, organizada pelo Diretório Acadêmico de RI do UniCEUB, em 21 de agosto de 2017, no campus de Taguatinga pela manhã, e no campus da Asa Norte pela noite, em Brasília (informado no blog Diplomatizzando: https://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/08/carreira-diplomatica-questionario-e.html).

16/10/2017 – Palestra, “Direito e relações internacionais no contexto brasileiro”, na VI Semana Jurídica do curso de Direito da Universidade Positivo, Faculdade Arthur Thomas, em Londrina-Paraná; disponível na plataforma Academia.edu e no blog Diplomatizzando (http://www.academia.edu/36293016/3178DireitoRelaIntContextoBrLondrina.pptx; https://diplomatizzando.blogspot.com.br/2018/03/direito-e-relacoes-internacionais-no.html).

07/11/2017 – Palestra “O lugar dos BRICS na agenda brasileira e internacional: reflexões, papeis e linkages”, no "V CIRIPE - Congresso Internacional de Relações Internacionais de Pernambuco", promovido pela Faculdade Damas em Recife. Inserido na plataforma Academia.edu (link: https://www.academia.edu/s/15ebecf062/o-lugar-dos-brics-na-agenda-brasileira-e-internacional-reflexoes-papeis-e-linkages) e informado no blog Diplomatizzando (4/11/2017; link: http://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/11/repensando-o-brics-ou-um-dos-brics.html).


VII – Publicações do Diretor do IPRI em temas da diplomacia brasileira:

O Diretor do IPRI publicou, em sua condição de acadêmico, os seguintes títulos sobre diversos temas de relações internacionais e diplomacia brasileira:

“Prata da Casa, outubro de 2016 a janeiro de 2017”, Revista da ADB, Associação dos Diplomatas Brasileiros (ano XIX, n. 94, outubro 2016 a janeiro de 2017, p. 43-45; ISSN: 0104-8503; links: https://adb.org.br/revista-adb/#revista-adb-94/page42-page43 e https://adb.org.br/revista-adb/#revista-adb-94/page44-page45). Resenhas dos seguintes livros publicados pela Funag: (1) João Ernesto Christófolo: Solving Antinomies Between Peremptory Norms in Public International Law (Genebra-Zurique: Schultess Éditions Romandes, 2016, 354 p.; ISBN: 978-3-7255-8599-1);  (2) Felipe Hees: O Senado Federal brasileiro e o sistema multilateral de comércio (1946-1967 (Brasília: Funag, 2016, 383 p.; ISBN: 978-85-7631-626-8; Coleção Política Externa Brasileira); (3) Paulo Roberto Campos Tarrisse da Fontoura; Maria Luiz Escorel de Moraes; Eduardo Uziel (orgs.): O Brasil e as Nações Unidas, 70 anos (Brasília: Funag, 2015, 532 p.; ISBN: 978-85-7631-569-8; Coleção História Diplomática); (4) Acir Pimenta Madeira Filho: Instituto de cultura como instrumento de diplomacia (Brasília: Funag, 2016, 228 p.; ISBN: 978-85-7631-623-7; Coleção CAE); (5) José Vicente Pimentel (org.): Pensamiento diplomático brasileño: formuladores y agentes de la política exterior, 1750-1964 (Brasília: Funag, 2016, 3 vols.; ISBN: 978-85-7631-588-9); (6) Flavio Goldman: Exposições universais e diplomacia pública (Brasília: Funag, 2016, 296 p.; ISBN: 978-85-7631-614-5; Coleção CAE); postado no Diplomatizzando (30/03/2018; link: https://diplomatizzando.blogspot.com.br/2018/03/prata-da-casa-mais-livros-de-diplomatas.html).

“Oswaldo Aranha: in the continuity of Rio Branco’s Statesmenship”, In: José Vicente Pimentel (ed.), Brazilian Diplomatic Thought: policymakers and agents of Foreign Policy (1750-1964), vol. 3 (Brasília: Funag, 2016, 486 p.; ISBN: 978-85-7631-547-6; p. 685-730; translation by Paul Sekscenski) disponível na Biblioteca Digital da Funag (link: http://funag.gov.br/boletim-editorial/PDB-EN/livros/PDB-Ingles-VOL-3.pdf).

“Roberto Campos: o homem que pensou o Brasil” [Introdução], e “Roberto Campos: uma trajetória intelectual no século XX”, in: Paulo Roberto de Almeida (org.), O Homem que Pensou o Brasil: trajetória intelectual de Roberto Campos (Curitiba: Editora Appris, 2017, 373 p.; ISBN: 978-85-473-0485-0), p. 19-33 e 203-355; DOI e-book: 10.18366/pra.0707.2017; divulgado no boletim Mundorama (21/04/2017; link: http://www.mundorama.net/?p=23501) e no blog Diplomatizzando (http://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/04/roberto-campos-atualidade-de-suas.html).

“Roberto Campos, 100 anos: sempre atual”, O Estado de S. Paulo (15/04/2017; link: http://opiniao.estadao.com.br/noticias/geral,roberto-campos-100-anos-e-sempre-atual,70001738944).

“Bretton Woods: o aprendizado da economia na prática”; “Fundando um banco de desenvolvimento: o BNDE”; “Roberto Campos: receita para desenvolver um país”; in: Ives Gandra da Silva Martins e Paulo Rabello de Castro (orgs.), Lanterna na Proa: Roberto Campos ano 100 (São Luís, MA: Resistência Cultural Editora, 2017, 344 p; ISBN: 978-85-66418-13-2), p. 52-56; p. 71-74; p. 245-248.

Formação da Diplomacia Econômica no Brasil: as relações econômicas internacionais no Império. 3ra. edição, revista; apresentação embaixador Alberto da Costa e Silva, membro da Academia Brasileira de Letras (Brasília: Funag, 2017, 2 volumes; Coleção História Diplomática; ISBN: 978-85-7631-675-6); versão digital na Biblioteca da Funag (Volume I, 516 p.; ISBN: 978-85-7631-668-8 (link: http://funag.gov.br/loja/index.php?route=product/product&product_id=907) e Volume II, 464 p.; ISBN: 978-85-7631-669-5 (link: http://funag.gov.br/loja/index.php?route=product/product&product_id=908). Divulgado no blog Diplomatizzando (link: http://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/09/formacao-da-diplomacia-economica-no_9.html).

“Prata da Casa, Revista da ADB, Associação dos Diplomatas Brasileiros (ano XIX, n. 95, fevereiro de 2017 a maio de 2017, p. 36-37; ISSN: 0104-8503; link: https://adb.org.br/wp-content/uploads/2017/08/Revista-da-ADB-alta.pdf). Resenhas dos seguintes livros: (1) Paulo Roberto de Almeida (org.), O Homem que Pensou o Brasil: trajetória intelectual de Roberto Campos (Curitiba: Editora Appris, 2017, 373 p.; ISBN: 978-85-473-0485-0); (2) José Vicente Pimentel (ed.), Brazilian Diplomatic Thought: policymakers and agents of Foreign Policy (1750-1964) (Brasília: Funag, 2016, 3 vols.; ISBN: 978-85-7631-547-6); (3) Ives Gandra da Silva Martins; Paulo Rabello de Castro (Orgs.). Lanterna na proa: Roberto Campos Ano 100 (São Luís: Resistência Cultural, 2017, 340 p.; ISBN: 978-85-66418-13-2); (4) Sérgio Eduardo Moreira Lima (org.): Visões da obra de Hélio Jaguaribe (Brasília: Funag, 2015, 135 p.; ISBN: 978-85-7631-539-1). Publicado no blog Diplomatizzando (17/10/2017; link: https://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/10/prata-da-casa-fevereiro-de-2017-maio-de.html).

“O chanceler no conflito global (1939-1945)”; “O estadista econômico”; “O estadista político”; in: Sérgio Eduardo Moreira Lima, Paulo Roberto de Almeida e Rogério de Souza Farias (orgs.), Oswaldo Aranha: um estadista brasileiro (Brasília: Funag, 2017, 1o. volume; ISBN: 978-85-7631-696-1), pp. 197-233; pp. 569-599; pp. 745-759; versão digital disponível na Biblioteca da Funag (volume 1, 568 p.; ISBN: 978-85-7631-696-1; link: http://funag.gov.br/loja/index.php?route=product/product&product_id=913; volume 2, 356 p.; ISBN: 978-85-7631-697-8; link: http://funag.gov.br/loja/index.php?route=product/product&product_id=914.).

“Prata da Casa, junho de 2017 a novembro de 2017”, Revista da ADB, Associação dos Diplomatas Brasileiros (ano XIX, n. 96, julho de 2017 a novembro de 2017, p. 39-41; ISSN: 0104-8503; link: https://adb.org.br/revista-adb/#revista-adb-96/page40-page41). Resenhas dos seguintes livros: (1) Rogério de Souza Farias: Edmundo P. Barbosa da Silva e a construção da diplomacia econômica brasileira (Brasília: Funag, 2017, 589 p.; ISBN: 978-85-7631-682-4); (2) Sergio de Queiroz Duarte: Desarmamento e temas correlatos (Brasília: Funag, 2014, 244 p.; ISBN: 978-85-7631-507-0; Coleção Em Poucas Palavras). (3) Sérgio Eduardo Moreira Lima (org.): A importância da Espanha para o Brasil: história e perspectivas (Brasília: Funag, 2017, 217 p.; ISBN: 978-85-7631-670-1); (4) Martin Normann Kämpf: Ilha da Trindade: a ocupação britânica e o reconhecimento da soberania brasileira (1895-1896) (Brasília: Funag, 2016, 221 p.; ISBN: 978-85-7631-584-1)]. Postado no blog Diplomatizzando em 30/03/2018 (link: https://diplomatizzando.blogspot.com.br/2018/03/prata-da-casa-livros-de-diplomatas-na.html).

“A economia política das relações econômicas internacionais do Brasil: paradigmas e realidades, de Bretton Woods à atualidade”, Anais do II Encontro de Economia Política Internacional do Programa de Pós-Graduação em Economia Política Internacional da Universidade Federal do Rio de Janeiro, II ENEPI; organizadores: Bernardo Salgado Rodrigues; Laura Emilse Brizuela; Mario Afonso Lima (Rio de Janeiro: UFRJ, 2017; p. 1348-1369; ISSN: 2594-6641; disponível: https://drive.google.com/file/d/1EX3XDKFNYnMxhzm5W8xBj_8waB6fiqRE/view).

“Uma visão crítica da política externa brasileira: a da SAE-SG/PR”, Mundorama: Revista de Divulgação Científica em Relações Internacionais (2/12/2017; ISSN: 2175-2052; link: http://www.mundorama.net/?p=24308); postado nas plataformas Academia.edu (link: https://www.academia.edu/s/28ae2de83d/uma-visao-critica-da-politica-externa-brasileira-a-da-sae-sgpr?source=link) e Research Gate (link: https://www.researchgate.net/publication/317636574_Uma_visao_critica_da_politica_externa_brasileira_a_da_SAE-SGPR; DOI: 10.13140/RG.2.2.29591.78249) e no blog Diplomatizzando (4/12/2017; link: https://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/12/politica-externa-brasileira-visao.html).

Oliveira Lima: um historiador das Américas, com André Heráclio do Rêgo (Recife: CEPE, 2017, 175 p.; ISBN: 978-85-7858-561-7; Anunciado no Diplomatizzando; link: https://diplomatizzando.blogspot.com.br/2017/12/oliveira-lima-um-historiador-das.html).

“A construção do direito internacional do Brasil a partir dos pareceres dos consultores jurídicos do Itamaraty: do Império à República”, Boletim da Sociedade Brasileira de Direito Internacional (Órgão oficial da SBDI; ano CIII, vol. 103, julho-dezembro 2017, n. 125-130, 2017, p. 1153-1211; ISSN: 0103-8451).

Atividades desenvolvidas com a organização, cooperação e implementação de: 
Marco Tulio Scarpelli Cabral, conselheiro
Valéria Ramos Figueiredo, coordenadora executiva
Rafael Pavão, assistente técnico

Patrícia Nogueira Teodoro, assistente técnica


Brasília, 30 de março de 2018