O que é este blog?

Este blog trata basicamente de ideias, se possível inteligentes, para pessoas inteligentes. Ele também se ocupa de ideias aplicadas à política, em especial à política econômica. Ele constitui uma tentativa de manter um pensamento crítico e independente sobre livros, sobre questões culturais em geral, focando numa discussão bem informada sobre temas de relações internacionais e de política externa do Brasil. Para meus livros e ensaios ver o website: www.pralmeida.org.

Mostrando postagens com marcador Rogério de Souza Farias. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Rogério de Souza Farias. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 13 de setembro de 2016

Itamaraty: a geracao dos inconformistas disciplinados - pesquisa de Rogerio S. Farias (Academia.edu)

Rogério de Souza Farias uploaded papers on Academia.edu.

Os inconformistas disciplinados: Gerações, alianças e reforma na política externa brasileira (1930-1964)
by Rogério de Souza Farias

View PaperDownload

Paper apresentado no IESP em 12 de setembro de 2016. Rascunho caótico e projeto preliminar de pesquisa voltada para a redação de um livro.

quinta-feira, 15 de outubro de 2015

A OMC, das origens aos impasses atuais; nro. especial Meridiano 47 - Paulo Roberto de Almeida

Meus dois artigos mais recentes, o primeiro em cooperação com o Rogério S. Farias.
Paulo Roberto de Almeida

1198. “A OMC e os desafios do sistema multilateral de comércio”, com Rogério de Souza Farias, Meridiano 47 (vol. 16, n. 150, Julho-Agosto de 2015, p. 5-9; ISSN: 1512-1219; link da revista: http://periodicos.unb.br/index.php/MED/issue/view/1212; link do artigo: http://periodicos.unb.br/index.php/MED/article/view/16507; pdf do artigo: http://periodicos.unb.br/index.php/MED/article/view/16507/11777). Relação de Originais n. 2857.


1199. “A longa marcha da OMC: das origens aos impasses atuais”, Meridiano 47 (vol. 16, n. 150, Julh////////............................o-Agosto de 2015, p. 16-22; ISSN: 1512-1219; link da revista: http://periodicos.unb.br/index.php/MED/issue/view/1212; link do artigo: http://periodicos.unb.br/index.php/MED/article/view/16511; pdf do artigo: http://periodicos.unb.br/index.php/MED/article/view/16511/11780). Relação de Originais n. 2764.

sábado, 21 de fevereiro de 2015

Base de dados de eventos e participantes da política externa brasileira de 1930 a 1964 - Rogerio de Souza Farias

Meu amigo Rogério de Souza Farias, pesquisador incansável, especialista em politica externa brasileira, com destaque para as políticas comerciais e a participação do Brasil no Gatt (objeto de seu mestrado e doutorado), atualmente associado à Universidade de Chicago, acaba de concluir uma monumental base de dados de eventos e participantes da política externa brasileira de 1930 a 1964, construída em formato Excel, e disponível no Academia.edu.
Louvo seu esforço, bem como de sua assistente, Gessica Carmo, pela excelência do trabalho realizado.
Como revelado em sua cartinha aos amigos, abaixo transcrita, ele pede a colaboração de todos os malucos, como ele e eu, que se dedicam ao levantamento metódico e sistemático (são a mesma coisa?) dos eventos e processos da PExtBr para corrigir ou completar as informações inscritas nessa base de dados.
Vale o esforço, a atenção, e também os elogios ao seu esforço.
Paulo Roberto de Almeida

Amigos,

Acabei de concluir a primeira versão de uma base de dados de eventos e participantes da política externa brasileira de 1930 a 1964.

Isso envolve 2704 linhas de dados divididas em 187 eventos e 1308 participantes distintos. Os eventos são de uma ampla gama de atividades. Entre elas estão viagens presidenciais ao exterior (como as dos presidentes eleitos Júlio Prestes, em 1930, e a do presidente eleito Juscelino Kubitscheck, em 1956), Sessões da Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas (ONU), Comissões de Reforma do Itamaraty, Comissões Mistas bilaterais, Conferências Multilaterais (como as de Bretton Woods, São Francisco, Havana e Hot Springs), Missões (como a Cook e a Abbink).

A seleção dos eventos decorreu inicialmente da leitura dos livros de Fernando de Mello Barreto, Eugênio Vargas Garcia, Amado Cervo, Paulo Fagundes Vizentini . Quase todos os “eventos” descritos nessas referências foram internalizados. Busquei, também, introduzir todas as Sessões da Assembleia Geral da ONU, do GATT, da FAO, da UNESCO, da CEPAL, do ECOSOC; além dos encontros de ministros das relações exteriores das Américas (Panamericanos).

Apesar do esforço hercúleo em levantar esses dados, tarefa que não conseguiria ter realizado sem a ajuda de Géssica Carmo, minha assistente, acredito que ainda existam várias conferências internacionais, comissões domésticas, viagens ministeriais, missões e reuniões bilaterais que me escaparam desse período.

Sei que todos estão ocupados com seus próprios afazeres, mas sentiria eternamente grato ser notificado caso lembrem de algo que tenha me escapado ou um erro -- certamente são muitos.

Meu objetivo é colocar tal base em um repositório institucional, para que outras pessoas possam fazer uso.

View attachments on the web:
https://www.academia.edu/t/Poy5-JWEHvCA-bopQN4/10967160/Base_de_dados_de_eventos_e_participantes_da_pol%C3%ADtica_externa_brasileira_1930-1964._Versão_0.5