O que é este blog?

Este blog trata basicamente de ideias, se possível inteligentes, para pessoas inteligentes. Ele também se ocupa de ideias aplicadas à política, em especial à política econômica. Ele constitui uma tentativa de manter um pensamento crítico e independente sobre livros, sobre questões culturais em geral, focando numa discussão bem informada sobre temas de relações internacionais e de política externa do Brasil. Para meus livros e ensaios ver o website: www.pralmeida.org.

segunda-feira, 8 de março de 2010

1767) Colaboracoes a sites eletronicos (8): Mundorama e Meridiano 47

Mundorama, que é um site especializado em relações internacionais, não se confunde, obviamente, com a revista eletrônica Meridiano 47, mas a questão é que para acessar esta última, é preciso entrar no site Mundorama.

Publiquei muito em ambos, assim como no site anterior, Relnet, e em seus outros veículos (de resenhas de livros e outros), assim como na revista Cena Internacional.

Aplicando-se o meu nome na rubrica Meridiano 47, vem o seguinte:

Resultados da pesquisa por Paulo Roberto de Almeida

* Triste Fim de Policarpo Social Mundial, por Paulo Roberto de Almeida; 01.31.10Boletim Mundorama No. 29 – Janeiro/2010; Boletim Meridiano 47 – No. 114 – Janeiro/2010

* O “Fim da História”, de Fukuyama, vinte anos depois: o que ficou?, por Paulo Roberto de Almeida

* Fórum Social Mundial 2010, uma década de embromação: antecipando as conclusões e desvendando os equívocos, por Paulo Roberto de Almeida; Boletim Mundorama No. 28 – Dezembro/2009; Boletim Meridiano 47 – No. 113 – Dezembro/2009

* Livro – Brasil – União Europeia – América do Sul (Anos 2010-2020)

* Sucessos e fracassos da diplomacia brasileira: uma visão histórica, por Paulo Roberto de Almeida

* Evento – Seminário “Além do Muro – 20 Anos da Queda do Muro de Berlim”

« Entradas Antigas

Neste link do meu próprio site, estão relacionadas as colaboracoes que fiz para a Meridiano 47 (mas eu posso estar deixando alguns de fora), entre 2001 e dezembro de 2008. Talvez 2009 esteja incompleto, o que precisaria ser checado.

Apresento abaixo, na ordem inversa de sua elaboração ou divulgação, minhas colaborações ao boletim Meridiano 47, desde o ano de 2001.
(ordem cronológica inversa)
48)
47) Pequena lição de Realpolitik, Meridiano 47, nr. 95, junho 2008, p. 2-4.
1895. “Pequena lição de Realpolitik”, Brasília, 2 junho 2008, 5 p. Digressões rápidas sobre esse conceito e o seu oposto, a Idealpolitik.
46) O legado de Henry Kissinger, Meridiano 47, nr. 94, maio de 2008, p. 29-31.
1894. “O legado de Henry Kissinger”, Brasília, 1 junho 2008, 1 junho 2008, 5 p. Comentários sobre a obra prática e intelectual do estadista americano.
45) Teses sobre o novo império e o cenário político-estratégico mundial: os Estados Unidos e o Brasil nas Relações Internacionais, Meridiano 47, nr. 93, abril de 2008, p. 5-14.
1679. “Os Estados Unidos no seu terceiro século: um poder aroniano e o último Estado westfaliano das relações internacionais (com algumas breves alusões ao Brasil)”, Brasília, 29 outubro 2006, 18 p. Contribuição ao VI ENEE: Encontro Nacional de Estudos Estratégicos; Escola de Guerra Naval, Rio de Janeiro: de 8 a 10/11/2006; link: http://www.egn.mar.mil.br/index.htm; Painel: “O papel dos EUA no atual cenário de segurança internacional”: dia 09.11, de 08:30 às 10:15hs. Disponível em pdf: http://www.egn.mar.mil.br/viEnee/palestras/pauloRobertoAlmeida2.pdf; apresentação: http://www.egn.mar.mil.br/viEnee/palestras/pauloRobertoAlmeida.zip). Reelaborado sob novo título.
44) Relações internacionais do Brasil: versão academia, Meridiano 47, n. 85, agosto 2007, p. 14-22.
1753. “As relações internacionais do Brasil, versão academia”, Brasília, 22 maio 2007, 13 p. Resenha de Henrique Altemani de Oliveira e Antônio Carlos Lessa (organizadores): Relações internacionais do Brasil: temas e agendas (São Paulo: Saraiva, 2006, 2 vols.; vol. 1: 368 p., ISBN: 85-02-06042-2, R$ 65,00; vol. 2: 508 p., ISBN: 85-02-06040-6, R$ 79,00). Preparado para a Revista Brasileira de Política Internacional, mas não publicado em virtude de sua extensão.

43) “Fórum Social Mundial: nove objetivos gerais e alguns grandes equívocos”, Meridiano 47, nº 78, janeiro 2007; p. 7-14.
1708. “Fórum Social Mundial: nove objetivos gerais e alguns grandes equívocos”, Brasília, 3 janeiro 2007, 10 p. Comentários aos nove objetivos gerais dos antiglobalizadores do FSM, para o encontro de Nairobi (21-24/01/2006).

42) “Mercosul: uma revisão histórica e uma visão de futuro”, Meridiano 47, nº 77, dezembro 2006; p. 7-17.
1710. “Mercosul: uma revisão histórica e uma visão de futuro”, Brasília, 6 janeiro 2007, 16 p. Revisão geral, em forma de artigo, do trabalho 1434 (relativo ao bloco do Mercosul, concebido como proposta de solução estratégica para a dimensão global do projeto Brasil 3 Tempos). Aproveitado para apresentação no VII Encontro Nacional de Estudos Estratégicos (Brasília, 6-8.11.2007).

41) “O contexto geopolítico da América do Sul: visão estratégica da integração”, Meridiano 47, nº 76, novembro 2006, p. 15-23.
1709. “O contexto geopolítico da América do Sul: visão estratégica da integração”, Brasília, 5 janeiro 2007, 12 p. Revisão geral, em forma de artigo, do trabalho 1437 (relativo ao bloco econômico-político da América do Sul, concebido como proposta de solução estratégica para a dimensão global do projeto Brasil 3 Tempos).

40) “Caminhos da convergência na globalização”, Meridiano 47, nº 75; outubro 2006, p. 22-26.
1562. “Caminhos da convergência na globalização”, Brasília, 19 de março de 2006, 8 p. Apresentação ao livro de Leonardo de Almeida Carneiro Enge: A Convergência Macroeconômica Brasil-Argentina: regimes alternativos e fragilidade externa (Brasília: IRBr, 2006; ISBN: 85-7631-048-1).

39) “Os acordos regionais e o sistema multilateral de comércio: o caso da América Latina”, Meridiano 47, nº 75, outubro 2006, p. 6-14.
1499. “Acordos minilaterais de integração e de liberalização do comércio: Uma ameaça potencial ao sistema multilateral de comércio”, Brasília, 24 nov. 2005, 12 p. Ensaio sobre a proliferação de acordos regionais e seu impacto no sistema regido pela OMC, para livro organizado por Sidney Guerra (org.), Globalização: desafios e implicações para o direito internacional contemporâneo (Ijuí: Ed. Unijuí, 2006; ISBN: 85-7429-522-1, p. 458), p. 187-203. Publicado sob o título “Acordos minilaterais de integração e de liberalização do comércio: o caso da América Latina” no Cebri Artigos (Rio de Janeiro, v. 3, a. 1, jul/set. 2006, 16 p.).

38) “A distribuição mundial de renda: caminhando para a convergência?”, Meridiano 47, nº 74, setembro 2006, p. 20-30.
1574. “Sorry, antiglobalizadores: a pobreza mundial tem declinado, ponto!”, Brasília, 9 abril 2006, 18 p. Texto apresentando, resumindo e discutindo o estudo de Xavier Sala-i-Martin, “The World Distribution of Income: Falling Poverty and... Convergence, Period” (in The Quarterly Journal of Economics, vol. 121, nº 2, may 2006; p. 351-398; ISSN: 0033-5533; link: www.mitpressjournals.org/doi/pdf/10.1162/qjec.2006.121.2.351), com comentários adicionais sobre o processo de globalização. Original disponibilizado no site pessoal (link: http://www.pralmeida.org/05DocsPRA/1574DistribRendaMund.pdf). Revisão geral em 6 de janeiro de 2007, sob o título de “A distribuição mundial de renda: caminhando para a convergência?”.

37) “Problemas conjunturais e estruturais da integração na América do Sul: a trajetória do Mercosul desde suas origens até 2006”, Meridiano 47 - No. 68 - Março 2006, p. 4-9.
1549. “Problemas conjunturais e estruturais da integração na América do Sul: a trajetória do Mercosul desde suas origens até 2006”, Brasília, 13 fevereiro 2006, 8 p. Artigo elaborado para o relatório do World Economic Forum, Latin America, a realizar-se em São Paulo (5-6 abril 2006). Feita versão resumida em inglês para publicação no relatório. Publicado em inglês, sob o título “Mercosur’s Identity Crisis” in The Latin America Competitiveness Review: Paving the Way for Regional Prosperity (Geneva: World Economic Forum, 2006, p. 63-65; link). Versão original, em português, disponível no site pessoal).

36) “As relações internacionais como oportunidade profissional: Respostas a algumas das questões mais colocadas pelos jovens que se voltam para as carreiras de relações internacionais”, Meridiano 47, nº 67, fevereiro 2006, p. 5-10.
1563. “As relações internacionais como oportunidade profissional”, Brasília, 23 março 2006, 9 p. Respostas a algumas das questões mais colocadas pelos jovens que se voltam para as carreiras de relações internacionais. Contribuição a matéria da FSP, suplemento Folhateen, matéria “Os internacionalistas”, por Leandro Fortino (Folha de São Paulo, 27 março 2006, p. 6-). Divulgado no blog Diplomaticas, link.

35) "Perguntas impertinentes a um amigo anti-globalizador", Meridiano 47, nº 65, dezembro 2005, p. 2-4.
1530. “Perguntas impertinentes a colegas que me acusam de ser ‘liberal fundamentalista’”, Brasília, 12 janeiro 2006, 4 p. Perguntas incômodas aos que defendem as posições do movimento anti-globalizador, que são em geral também contra a abertura econômica. Postado no Blog, sob nr. 154. Feita versão diferente, mas com as mesmas perguntas, sob o título “Perguntas impertinentes a um amigo anti-globalizador”.

34) “Mercosul para principiantes, Instituições e regras básicas”, Meridiano 47, nº 64, novembro 2005, p. 2-3.
1458. “Mercosul: sete teses na linha do bom senso” (vide nota anterior). Instituições e regras básicas”: nº 64, novembro 2005

33) “Mercosul para principiantes: Custos e benefícios”, Meridiano 47, nº 63, outubro 2005, p. 9-10.
1458. “Mercosul: sete teses na linha do bom senso”, Brasília, 15 ago. 2005, 9 p. Considerações sobre o Mercosul, como desenvolvimento ulterior do trabalho n. 1448. Apresentadas em seminário sobre o Mercosul organizado pela CNI (Brasília, 16/08/2005). Reformulado sob o título “O Mercosul não é para principiantes: sete teses na linha do bom senso”. Dividido, em 4/10/2005, em versão resumida, em três partes: “Mercosul para principiantes, I: Objetivos e interesses”; “II: Custos e benefícios”; “III: Instituições e regras básicas”. Publicado em ordem dispersa no boletim Meridiano 47 - Boletim de Análise da Conjuntura em Relações Internacionais (Brasília: IBRI-Instituto Brasileiro de Relações Internacionais, ISSN: 1518-1219; Mercosul para principiantes: Custos e benefícios (nº 63, outubro 2005, p. 9-10).

32) "Prometeu desacorrentado: transformação tecnológica e desenvolvimento”, Meridiano 47, nº 61, agosto 2005, p. 16-17.
1420. “Um Prometeu industrial desengonçado”, Brasília, 17 abr. 2005, 2 p. Resenha de David S. Landes: Prometeu Desacorrentado: transformação tecnológica e desenvolvimento industrial na Europa ocidental, de 1750 até os dias de hoje (2. ed. Rio de Janeiro: Campus, 2005, 628 p.).

31) “As relações entre o Brasil e os Estados Unidos em perspectiva histórica, 2. problemas das relações bilaterais na fase contemporânea”, Meridiano 47, nº 61, agosto 2005, p. 6-7.
1460. “As relações entre o Brasil e os Estados Unidos em perspectiva histórica”, Brasília, 18 ago. 2005, 6 p. Reelaboração do trabalho n. 868, para fins de publicação no jornal Extra, da comunidade brasileira da costa leste (New Jersey). Reestruturado em duas partes. Parte 2. “As relações entre o Brasil e os Estados Unidos em perspectiva histórica: problemas das relações bilaterais na fase contemporânea” (n. 61, ago. 2005, p. 6-7).

30) "Idéias que mudaram o mundo", Meridiano 47, nº 60, julho 2005, p. 17-18.
1410. “Idéias que movem o mundo”, Brasília, 20 mar. 2005, 2 p. Resenha de Felipe Fernández-Armesto: Idéias que mudaram o mundo São Paulo: Editora Arx, 2004, 400 p.; ISBN: 85-7581-147-9).

29) “As relações entre o Brasil e os Estados Unidos em perspectiva histórica, 1. da República Velha à redemocratização”, Meridiano 47, nº 60, julho 2005, p. 6-8.
1460. “As relações entre o Brasil e os Estados Unidos em perspectiva histórica”, Brasília, 18 ago. 2005, 6 p. Reelaboração do trabalho n. 868, para fins de publicação no jornal Extra, da comunidade brasileira da costa leste (New Jersey). Reestruturado em duas partes. Parte 1. “As relações entre o Brasil e os Estados Unidos em perspectiva histórica: da República Velha à redemocratização”, n. 60, jul. 2005, p. 6-8), Parte 2. “As relações entre o Brasil e os Estados Unidos em perspectiva histórica: problemas das relações bilaterais na fase contemporânea” (n. 61, ago. 2005, p. 6-7; link: http://www.mundorama.info/Mundorama/Meridiano_47_-_1-100_files/Meridiano_61.pdf).

28) “Brasil e Argentina: Um ensaio de história comparada”, Meridiano 47, nº 59, junho 2005, p. 15-16.
1389. “Hermanos, pero no mucho”, Brasília, 8 fev. 2005, 3 p. Resenha de Boris Fausto e Fernando J. Devoto, Brasil e Argentina: Um ensaio de história comparada (1850-2002) (São Paulo:Editora 34, 2004; 574 p.; ISNB: 85-7326-308-3).

27) “A China e seus interesses nacionais: algumas reflexões histórico-sociológicas”, Meridiano 47, nº 59, junho 2005, p. 10-12.
1443. “A China e seus interesses nacionais: algumas reflexões histórico-sociológicas”, Brasília, 20 jun. 2005, 4 p. Reelaboração do trabalho 1430.

26) “Ensaios sobre o capitalismo no século XX”, Meridiano 47, nº 58, maio 2005, p. 20.
1396. “Capitalismo para céticos”, Brasília, 19 fev. 2005, 2 p. Resenha de Luiz Gonzaga de Mello Belluzzo, Ensaios sobre o capitalismo no século XX (São Paulo: Unesp; Campinas: Unicamp-Instituto de Economia, 2004, 240 p.).

25) “O Poder Americano”, Meridiano 47, nº 58, maio 2005, p. 18-19.
1379. “Poder imperial, análise conceitual”, Brasília, 24 jan. 2005, 3 p. Resenha do livro organizado por José Luis Fiori, O Poder Americano (Petrópolis: Editora Vozes, 2004, 456 p.; ISBN: 85-326-3097-9).

24) “Tática do avestruz: a anti-globalização à procura do seu mundo”, Meridiano 47, nº 58, maio 2005, p. 13-15. Ver o conjunto de artigos neste link.
1297. “Contra a anti-globalização: Contradições, insuficiências e impasses do movimento anti-globalizador”, Brasília, 5 jul. 2004, 23 p. (vide nota ao 18). (g) “Tática do avestruz: a anti-globalização à procura do seu mundo” (n. 58, mai. 2005, p. 13-15)

23) “No meio do caminho tinha um mercado: tropeços dos anti-globalizadores”, Meridiano 47, nº 57, abril 2005, p. 8-9.
1297. “Contra a anti-globalização: Contradições, insuficiências e impasses do movimento anti-globalizador”, Brasília, 5 jul. 2004, 23 p. (vide nota ao 18). (f) “No meio do caminho tinha um mercado: tropeços dos anti-globalizadores” (n. 57, abr. 2005, p. 8-9)

22) “Concentração da renda e desigualdades: a anti-globalização tem razão?”, Meridiano 47, nº 56, março 2005, p. 9-10.
1297. “Contra a anti-globalização: Contradições, insuficiências e impasses do movimento anti-globalizador”, Brasília, 5 jul. 2004, 23 p. (vide nota ao 18). (e) “Concentração da renda e desigualdades: a anti-globalização tem razão?” (n. 56, mar. 2005, p. 9-10)

21) “A anti-globalização e o livre-comércio: angústia existencial”, Meridiano 47, nº 55, fevereiro 2005, p. 6-7.
1297. “Contra a anti-globalização: Contradições, insuficiências e impasses do movimento anti-globalizador”, Brasília, 5 jul. 2004, 23 p. (vide nota ao 18). (d) “A anti-globalização e o livre-comércio: angústia existencial” (n. 55, fev. 2005, p. 6-7)

20) “Contra a anti-globalização”, Meridiano 47, nº 54, janeiro 2005, p. 7-9.

1297. “Contra a anti-globalização: Contradições, insuficiências e impasses do movimento anti-globalizador”, Brasília, 5 jul. 2004, 23 p. (vide nota ao 18). (c) “Contra a anti-globalização” (n. 54, jan. 2005, p. 10-12).

19) “A anti-globalização tem idéias concretas sobre temas concretos?”, Meridiano 47, nº 50-51, setembro-outubro 2004, p. 15-17.
1297. “Contra a anti-globalização: Contradições, insuficiências e impasses do movimento anti-globalizador”, Brasília, 5 jul. 2004, 23 p. (vide nota anterior). (b) “A anti-globalização tem idéias concretas sobre temas concretos?” (n. 50-51, set/out. 2004, p. 15-17).

18) “Contradições, insuficiências e impasses do movimento anti-globalizador”, Meridiano 47, nº 49, agosto 2004, p. 9-11. Relação de Originais nº 1297; O conjunto dos artigos encontra-se consolidado num único arquivo: 1297Antiglobalização.
1297. “Contra a anti-globalização: Contradições, insuficiências e impasses do movimento anti-globalizador”, Brasília, 5 jul. 2004, 23 p. Ensaio, de caráter contestador, das principais idéias e princípios do movimento anti-globalizador, discutindo seus fundamentos, demonstrando suas contradições teóricas e insuficiências intrínsecas e expondo sua falta de racionalidade econômica e a ausência de fundamentação histórica. Publicado de forma parcial e sucessiva na revista eletrônica Meridiano 47: (a) “Contradições, insuficiências e impasses do movimento anti-globalizador” (n. 49, jul. 2004, p. 9-11).

17) “Uma agenda sobre o quê não fazer: os equívocos da “sociedade civil”, Meridiano 47, nº 48, julho 2004, p. 14-18.
1287. “Uma agenda sobre o quê não fazer: os equívocos da “sociedade civil”, Brasília, 20 jun. 2004, 5 p. Comentários às propostas equivocadas de um fórum designado como sendo da sociedade civil, no quadro da XI UNCTAD.

14) “Interessa ao Brasil uma taxa sobre os movimentos de capitais?”, Meridiano 47, nº 47, junho 2004, p. 12-15.
1274. “Interessa ao Brasil uma taxa sobre os movimentos de capitais?”, Brasília, 1 jun. 2004, 5 p. Reformulação do trabalho n. 816, em vista do debate em torno de uma taxa sobre transações financeiras para a constituição de um fundo mundial contra a fome e a pobreza.

15) "O debate sobre a globalização no Brasil: muita transpiração, pouca inspiração", Meridiano 47, nº 44-45, março-abril 2004, p. 13-16.
1252. “O debate sobre a globalização no Brasil: muita transpiração, pouca inspiração”, Brasília, 27 abr. 2004, 5 p.

14) "Um exercício comparativo de política externa: FHC e Lula em perspectiva", Meridiano 47, nº 42-43, janeiro-fevereiro 2004, p. 11-14.
1227. “Um exercício comparativo de política externa: FHC e Lula em perspectiva”, Brasília 14 mar. 2004, 5 p. Reestruturação e ampliação do trabalho n. 1213, fazendo uma comparação preliminar das diplomacias respectivas dos dois presidentes em várias temas multilaterais e regionais.

13) "O Brasil e o FMI: meio século de idas e vindas", Meridiano 47, nº 32-33, março-abril 2003, p. 17-18.
1000. “O Brasil e o FMI: meio século de idas e vindas”, Washington, 22 jan. 2003, 3 p. Resumo do capítulo preparado para o livro O Brasil e os acordos econômicos internacionais. Publicado no Jornal do Brasil (Rio de Janeiro: 27 jan. 2003, seção Opinião).

12) "Uma frase (in)feliz?: o que é bom para os EUA é bom para o Brasil?", Meridiano 47, nº 30-31, janeiro-fevereiro 2003, p. 30-34.
993. “Uma frase (in)feliz?: o que é bom para os EUA, é bom para o Brasil?”, Washington, 29 dez. 2002, 7 p. Reflexões sobre frase do presidente-eleito, pronunciada em Washington (em 10.12.02, especulando que o que seria bom para os EUA poderia ser também para o Brasil), fazendo um exercício de sociologia comparada de desenvolvimento entre os EUA e o Brasil. Disponível no site pessoal.

11) "Reflexões a propósito do centenário do Barão (ou das dificuldades de ver no plano interno as razões dos nossos problemas), Meridiano 47, nº 30-31, ns. 28-29, Novembro-Dezembro/2002, p. 24-27.
939. “Reflexões a propósito do centenário do Barão: (ou das dificuldades de ver no plano interno as razões de nossos problemas)”, Washington, 2 set. 2002, 6 p. Ensaio sobre a relação entre nossos desafios externos e os problemas internos, em relação a texto de Rubens Ricupero sobre o centenário do Barão do Rio Branco e os desafios atuais para o Brasil no plano internacional.

10) Uma longa moratória permeada de ajustes: a lógica da dívida externa brasileira na visão acadêmica, Meridiano 47 - Nos. 28-29 - Novembro-Dezembro/2002.

955. “Uma longa moratória, permeada de ajustes?: a lógica da dívida externa brasileira na visão acadêmica”, Washington, 3 out. 2002, 7 p. Comentários ao artigo “A dívida externa brasileira, moratória e FMI: uma lógica que está fazendo 100 anos...”, das professoras Albene Miriam F. Menezes e Regina Martinez, publicado no mesmo número de Meridiano 47.
9) Um Tocqueville avant la lettre: hipólito da Costa como founding father do americanismo, Meridiano 47 - Nos. 28-29 - Novembro-Dezembro/2002.
947. “Um Tocqueville avant la lettre: Hipólito da Costa como founding father do americanismo”, Washington, 20 setembro 2002, 5 pp. Ensaio sobre o Diário de Minha Viagem para a Filadélfia, de Hipólito José da Costa, mostrando suas características pioneiras de primeira obra representativa do americanismo brasileiro.

8) "A América Latina e os Estados Unidos desde o 11 de setembro de 2001", Meridiano 47: boletim de análise de conjuntura em relações internacionais (Brasília: ISSSN 1518-1219, nº 27, outubro 2002, p. 3-5).
934. “A América Latina e os Estados Unidos desde o 11 de setembro de 2001”, Washington, 10 ago. 2002, 5 p. Artigo sobre a evolução política, econômica e social da região desde os atentados terroristas, elaborado a pedido do economista Ricardo Migueis (Portugal). Publicado sob o título “América Latina: A sul nada de novo” in O Mundo em Português, revista mensal de assuntos internacionais (Lisboa: IEEI, a. III, n. 36, set. 2002, p. 28-30).

7) "Camaradas, agora é oficial: acabou o socialismo", Meridiano 47: boletim de análise de conjuntura em relações internacionais (Brasília: ISSSN 1518-1219, nº 25, agosto 2002, p. 1-11).
907. “Camaradas, agora é oficial: acabou o socialismo”, Washington, 12 jun. 2002, 16 p. Ensaio sobre a crise e a derrocada do modo de produção socialista, a partir de decisão tomada em 06/06/2002, por EUA e UE, de reconhecer na Rússia uma “economia de mercado”. Revisto em 01/07/2002, para agregar nota sobre aceitação plena da Rússia no G-8. Incorporado ao livro A Grande Mudança: conseqüências econômicas da transição política no Brasil (São Paulo: Códex Editora, 2003). Relação de Publicados ns. 340, 343, 354 e 400.

6) “O Boletim do Império”, (896), Meridiano 47 (nºs 23 e 24, junho-julho 2022, pp. 9-15).
896. “O boletim do império”, Washington, 6 mai. 2002, 10 p. Avaliação qualitativa do desempenho do império atual, com base em critérios de “obrigações” para com o mundo. Texto revisto em 8.05.02. Incorporado ao livro A Grande Mudança: conseqüências econômicas da transição política no Brasil (São Paulo: Códex Editora, 2003).

5) “O Brasil e as crises financeiras internacionais, 1995-2001”, Meridiano 47 (nº 22, maio 2002, p. 12-13).
874. “O Brasil e as crises financeiras internacionais, 1995-2001”, Washington, 7 mar. 2002, 3 p. Resumo do trabalho n. 812 para fins de publicação em periódico do Brasil, por ocasião do lançamento do livro Os Primeiros Anos do Século XXI, pela Editora Paz e Terra. Revisto em 15.03, em formato reduzido.

4) “Ideologia da política externa: sete teses idealistas”, Meridiano 47 (nº 17, novembro 2021, pp. 1-8).
813. “Ideologia da política externa: sete teses idealistas”, Washington, 2 out. 2001, 10 p. Ensaio reelaborado a partir de trabalho n. 508, de 1996, publicado em versão original no livro Relações internacionais e política externa do Brasil: dos descobrimentos à globalização (Porto Alegre: UFRGS, 1998).

3) “Mercosul e Alca: liaisons dangereuses?”, Meridiano 47 (14-15, agosto-setembro 2001, p. 11-17).
792. “Mercosul e Alca na perspectiva brasileira: alternativas excludentes?” (ver nota anterior, nr 2).

2) “Cenário econômico e político do debate hemisférico”, Meridiano 47 (13, julho 2001, p. 2-6).
792. “Mercosul e Alca na perspectiva brasileira: alternativas excludentes?”, Washington, 17 mai. 2001, 20 p. Artigo analítico, derivado do Trabalho n. 791, destinado a ser integrado ao livro organizado por Marcos da Costa Lima, O Lugar da América do Sul na Nova Ordem Mundial (São Paulo-Recife: Cortez Editora-FAPEPE, 2001, p. 53-69). Divulgado em Meridiano 47, Boletim e Análise de Conjuntura em Relações Internacionais, n. 13 (Brasilia: Instituto Brasileiro de Relações internacionais, jul. 2001, p. 2-6; ISSN 1518-1219) sob o título “Cenário econômico e político do debate hemisférico”, agregando as partes 1, 2 e 3; e ns. 14-15 (Brasilia: Instituto Brasileiro de Relações internacionais, ago. 2001, p. 11-15; ISSN 1518-1219), sob título “Mercosul e ALCA: liaisons dangereuses?”, agregando só a parte 4.

1) “Relações Internacionais e política externa do Brasil: uma perspectiva histórica”, Meridiano 47 (10/11/12 - Abril/Maio/Junho – 2001, p. 2-11).
782. “Relações Internacionais e política externa do Brasil: uma perspectiva histórica”, Washington, 22 mar. 2001, 13 p. Revisão do trabalho n. 748 (Relação de Publicados n. 241), elaborado em 19 de setembro de 2000, como conferência sobre “Brasil 500 anos”, feita em 9.11.00 na Universidade de Santiago de Compostela. Publicado na revista Meridiano 47, Boletim e Análise de Conjuntura em Relações Internacionais (Brasilia: Instituto Brasileiro de Relações Internacionais, abr/mai/jun. 2001, ns. 10/11/12, p. 2-11. Disponível no site pessoal.

Paulo Roberto de Almeida
Início da colaboração com a Meridiano 47: abril 2001

Paulo Roberto de Almeida
(www.pralmeida.org)
Postar um comentário