O que é este blog?

Este blog trata basicamente de ideias, se possível inteligentes, para pessoas inteligentes. Ele também se ocupa de ideias aplicadas à política, em especial à política econômica. Ele constitui uma tentativa de manter um pensamento crítico e independente sobre livros, sobre questões culturais em geral, focando numa discussão bem informada sobre temas de relações internacionais e de política externa do Brasil. Para meus livros e ensaios ver o website: www.pralmeida.org. Para a maior parte de meus textos, ver minha página na plataforma Academia.edu, link: https://itamaraty.academia.edu/PauloRobertodeAlmeida

sexta-feira, 21 de junho de 2013

Po! Catedral nao! Mas eu sei de outra obra de Niemeyer que, se destruir, nao vai fazer falta...

Indigno de uma turba civilizada (isso existe?).
Vândalos quebraram vitrais da Catedral de Brasília, que apesar de ter sido desenhada por um comunista idiota, é uma bela peça de arte (mas só por fora; por dentro, a despeito dos vitrais bonitos, que não são do arquiteto idiota, ela é pouco funcional, e terrivelmente desconfortável para quem frequenta missas ali dentro).
Sem dúvida, a Catedral precisa ser preservada dos novos bárbaros do cerrado central.
Mas se o pessoal anda descontente com a capital federal, eu poderia indicar, por exemplo, uma outra obra do mesmo arquiteto idiota, que, se destruíssem, melhoraria tremendamente o visual de Brasília.
Ali mesmo em frente à Catedral, do outro lado da rua, se ergue, ou melhor, se enterra no chão, um horrível, horroroso, tenebroso meio ovo de concreto, uma coisa disforme que atende pelo nome de Museu Nacional. Não é museu e não é nacional: é apenas um bolinho vagabundo de concreto, pesando algumas milhares de toneladas, que é a coisa mais feia, mais horrenda que já me foi dado contemplar na capital da República.
Aquela coisa, os vândalos poderiam destruir tranquilamente, que ajudaria a recompor, justamente, a vista da Catedral, hoje esmagada pelo ovo comunista do outro lado da rua.
Vândalos, por favor, voltai, mas com tratores, britadeiras, alguns bastões de dinamite, quem sabe uma bomba-arrasa quarteirão? (falem com o Pentágono, ele pode emprestar), pois vai ser difícil acabar com aquela porcaria.
Paulo Roberto de Almeida

Vândalos depredam a Catedral de Brasília
20/06/2013; 21:00
Depois de tentarem invadir o Itamaraty, manifestantes promovem um rastro de depredação na Esplanada dos Ministérios nesta quinta-feira (20). Nem mesmo a Catedral de Brasília, um dos principais cartões postais da capital federal reformada recentemente, foi poupada dos ataques.
Manifestantes jogaram pedras na Catedral trincando uma dos vitrais coloridos, picharam ministérios e placas, atearam fogo em diferentes pontos do gramado central e quebram vidros do Banco Central e do Itamaraty. Também enfrentaram a Polícia Militar com rojões. Os policiais reagiram com spray de pimenta, balas de borracha e bombas de gás.
Em Brasília cerca de 40 pessoas foram atendidas pelo SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) entre manifestantes e policiais. Onze pessoas foram levadas para diferentes hospitais. Três estão em estado grave.

A Secretaria de Saúde do DF, em coletiva de imprensa, informou que um homem morreu. Ele caiu de um viaduto próximo à rodoviária central de Brasília. O homem exalava álcool, mas ele não estava na manifestação, segundo o secretário-adjunto de Saúde do DF, Elias Fernando.

2 comentários:

Pedro Erik disse...

Caro Paulo,

E ainda tem muita gente aplaudindo essas manifestações. Estamos ficando sem Estado,impotente. E não temos autoridade capaz de conter isso com moral pessoal.

No meu blog, eu chamei essas manifestações de Movimento Buraco Negro, puxa tudo para dentro (todas propostas) mas deixa apenas vazio e destruição.

Abraço,
Pedro Erik

Pedro Erik disse...

Caro Paulo,

Citei o assunto (depredação da Catedral) no blog e como costumo fazer agradeci à fonte (Diplomatizzando). Muito obrigado.

Grande abraço,
Pedro Erik