O que é este blog?

Este blog trata basicamente de ideias, se possível inteligentes, para pessoas inteligentes. Ele também se ocupa de ideias aplicadas à política, em especial à política econômica. Ele constitui uma tentativa de manter um pensamento crítico e independente sobre livros, sobre questões culturais em geral, focando numa discussão bem informada sobre temas de relações internacionais e de política externa do Brasil. Para meus livros e ensaios ver o website: www.pralmeida.org. Para a maior parte de meus textos, ver minha página na plataforma Academia.edu, link: https://itamaraty.academia.edu/PauloRobertodeAlmeida

Mostrando postagens com marcador Google. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Google. Mostrar todas as postagens

domingo, 10 de novembro de 2019

Verificação de segurança na conta do Google

Acho que o Google é um pouco paranoico, mas isso pode ser bom.
Ele removeu o acesso de diversos aplicativos a meus contatos ou outras informações pessoais disponíveis em meu computador. Suponho que seja bom.
Façam isso vocês também...

Verificação de segurança
Nenhum problema encontrado




domingo, 21 de julho de 2019

YouTube, videos com ou sobre PRAlmeida: 5,6 milhões?!?!

Procurando um video no YouTube, relativo a um depoimento sobre um curso, realizado alguns meses atrás (e que não encontrei), acabei caindo num outro que por acaso era de um jornalista, sobre minha exoneração. Daí coloquei simplesmente "YouTube, Paulo Roberto de Almeida", e o resultado aparente (não conferi), foram impressionantes mais de 5 milhões de inserções, provavelmente repetidas e a maior parte tratando de homônimos ou de partes do nome. Enfim, todos sabemos que o um Google exagera um bocado.
Não vou conferir um por um, mas a primeira página segue abaixo...
Paulo Roberto de Almeida
Brasília, 21 de julho de 2019

Aproximadamente 5.610.000 resultados (0,45 segundos) 

quinta-feira, 28 de março de 2019

An "accident-prone diplomat" e seus reflexos no Google - Paulo Roberto de Almeida

O embaixador Rubens Barbosa, com que tive o prazer de trabalhar algumas vezes, me chamou certa vez de "accident-prone diplomat", ou seja, um diplomata criador de casos, o que acredito seja um retrato fiel do que sou, um contrarianista (mas não um antagonista), um cidadão preocupado com as coisas boas e más do Brasil e que não hesita em exercer seu ceticismo sadio em direção de políticas e pessoas que encontra "desajustadas", ou seja, com menor retorno em termos de alocação ótima de recursos, ou com alto custo-oportunidade.
Ao entrar numa nova etapa de minha trajetória profissional, e ao dar início, em breve, a novas "crônicas do limbo", perguntei ao novo "pai dos burros", o Google, o que havia de novidades sobre mim. Ele me retornou mais de um milhão e meio de "novidades", a maior parte homônimos, várias repetições, enganos, e menções indevidas, além de equívocos que dariam prazer a Mark Twain.
Em todo caso, eis as primeiras entradas do bolão do milhão:

Aproximadamente 1.650.000 resultados (0,47 segundos)