O que é este blog?

Este blog trata basicamente de ideias, se possível inteligentes, para pessoas inteligentes. Ele também se ocupa de ideias aplicadas à política, em especial à política econômica. Ele constitui uma tentativa de manter um pensamento crítico e independente sobre livros, sobre questões culturais em geral, focando numa discussão bem informada sobre temas de relações internacionais e de política externa do Brasil. Para meus livros e ensaios ver o website: www.pralmeida.org. Para a maior parte de meus textos, ver minha página na plataforma Academia.edu, link: https://itamaraty.academia.edu/PauloRobertodeAlmeida

sexta-feira, 23 de outubro de 2015

Contas públicas: governo continua sendo irresponsável - Adolfo Sachsida

Do blog do economista Adolfo Sachsida, 23/10/2015

Contas Públicas: Atrasar Pagamentos NÃO PAGA a Dívida

Soa como absurdo o argumento do governo de que se tiver que pagar pelas pedaladas fiscais o déficit primário irá aumentar!!!! Prestem atenção: a dívida JÁ foi feita!!!! Postergar o pagamento apenas ilude o pobre contribuinte, mas em nada altera o fato de que o gasto já foi feito e terá que ser necessariamente pago.

As contas públicas vão de mau a pior, o governo central já prevê um déficit primário superior a R$ 50 bilhões. Estados e municípios são outra bomba relógio! REPITO: vários estados e municípios estão virtualmente quebrados, pior: muitos deles estão fazendo uso de fundos de previdência estadual ou municipal para pagarem suas contas. Resumindo: não só as contas públicas atuais estão colapsando como está-se criando uma BOMBA PREVIDENCIÁRIA nas contas de estados e municípios.

Amigos, esse será o pior natal de que muitos tem lembrança. Mas janeiro será pior ainda. Como de hábito a economia brasileira já costuma caminhar mais devagar no começo do ano, seja porque muitos estão de férias seja porque a população usa esse mês para ajustar os gastos em excesso do Natal e Ano Novo. Acontece que, nesse ano, as contratações para o Natal simplesmente não estão acontecendo. Imagine o que não ocorrerá em janeiro-fevereiro de 2016!

A crise fiscal É EXTREMAMENTE GRAVE, e até agora o governo só tem duas respostas para ela: inflação e CPMF. Ajustar as contas públicas por aumentos ainda maiores de impostos parece ser o único caminho que esse governo quer trilhar. Para piorar as coisas, ajustar as contas públicas por inflação, tal como alertei diversas vezes, é a pior forma de ajuste. Enfim, o governo NÃO ANUNCIOU UMA ÚNICA medida de redução estrutural do gasto. Essa conta vai chegar, e será cara. Esconder o gasto, postergar o pagamento do gasto, não paga a dívida, apenas a esconde e a torna mais onerosa.

Nenhum comentário: