O que é este blog?

Este blog trata basicamente de ideias, se possível inteligentes, para pessoas inteligentes. Ele também se ocupa de ideias aplicadas à política, em especial à política econômica. Ele constitui uma tentativa de manter um pensamento crítico e independente sobre livros, sobre questões culturais em geral, focando numa discussão bem informada sobre temas de relações internacionais e de política externa do Brasil. Para meus livros e ensaios ver o website: www.pralmeida.org. Para a maior parte de meus textos, ver minha página na plataforma Academia.edu, link: https://itamaraty.academia.edu/PauloRobertodeAlmeida

quinta-feira, 16 de abril de 2015

Brasil-OCDE: demorou, porque os companheiros obstruiam; novo ministro da Fazenda resolveu numa penada

Ufa: ainda bem que vivemos num regime parlamentar, ou melhor, num sistema político em que o chefe de Estado é como a rainha da Inglaterra, reina mas não governa, o que significa liberdade de atuação para o ministro da Fazenda corrigir as imensas bobagens feitas em anos de pensamento único companheiro (equívocado, obviamente), quando falar em OCDE era sinal de rendição a alguma escola maléfica de pensamento, submissão às regras do consenso de Washington e besteirol desse tipo.
Como os companheiros estão desarmados por todas as c......s que eles fizeram no terreno econômico, e como tiveram de chamar alguém sensato para tentar corrigir os erros monumentais que eles cometeram, agora se pode falar coisas simples como esta: adotar políticas econômicas sólidas, sem preconceitos idiotas de bolvarianos atrasados, e passar a praticar as boas políticas econômicas de qualquer país normal.
Paulo Roberto de Almeida 

Aproximação com a OCDE é benéfica ao Brasil e constitui passo importante rumo à nossa adesão
Ministério das Relações Exteriores em Brasília,
08/04/2015

O Brasil decidiu negociar um Acordo Marco de Cooperação com a Organização para a Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE). “Não se trata de uma adesão plena à OCDE, mas de um acordo que vai organizar e sistematizar nossa relação com a Organização”, explicou o Embaixador Paulo Estivallet de Mesquita, Diretor do Departamento Econômico do Itamaraty.
O acordo também permitirá estabelecer uma base jurídica única para as contribuições financeiras aportadas pelo Brasil em contrapartida de sua participação nas várias instâncias da Organização. Leia a nota no Portal do Itamaraty: goo.gl/KqChw4
O Embaixador Carlos Márcio Cozendey, Diretor do Departamento de Assuntos Financeiros e Serviços, destacou que “o acordo significa uma mudança de patamar; o Brasil vem se relacionando de maneira próxima com a OCDE há muito tempo”.
Hoje, no Palácio Itamaraty, conversaram com a imprensa sobre o tema o Embaixador Carlos Márcio Cozendey; o Embaixador Paulo Estivallet de Mesquita; o Embaixador Luis Antonio Balduino Carneiro, Secretário de Assuntos Internacionais do Ministério da Fazenda; e Paulo Guilherme Farah Corrêa, Secretário de Acompanhamento Econômico.
Saiba mais no áudio da entrevista coletiva à imprensa:
soundcloud.com/…/briefing-sobre-o-acordo-marco-de-cooperaca…

Nenhum comentário: